João Pessoa 22/05/2018 14:10Hs

Início » Variedades » Paraibano de Catolé do Rocha é um dos 4 moderadores que trabalham na plataforma do Twitter no Brasil

Paraibano de Catolé do Rocha é um dos 4 moderadores que trabalham na plataforma do Twitter no Brasil

O estudante de letras, Alexandre Brito, 25 anos e prestes a concluir o curso de Letras Português, é um dos quatro moderadores que trabalham na plataforma de tradução do Twitter no Brasil. Apresentando grande destaque na tradução do inglês para o português, Brito foi convidado pelos administradores da plataforma no Brasil a assumir o cargo de moderador.Trabalhando como voluntário há pouco mais de um ano, antes de se tornar moderador, Alexandre começou fazendo a tradução do layout do site, botões e aplicativos do twitter para dispositivos móveis. “Eu seguia o perfil do tradutor do Twitter. Um dia vi que eles tinham vaga para tradutor e me inscrevi”, afirma o estudante. Após ter apresentado bom desempenho na tradução, tendo muitas traduções feitas aprovadas, seu nome se destacou entre os demais que executavam esta atividade através do site http://translate.twttr.com/, sendo promovido a moderador pela plataforma.

Entre as vantagens adquiridas na função, ter melhorado o inglês e ter se habituado a fazer tradução foram as duas maiores apontadas pelo jovem. “É recompensador ajudar a disponibilizar uma plataforma para a língua portuguesa. Ver o trabalho feito e saber que tem um dedo seu lá”, destacou.

Concluinte do curso de Letras, Alexandre pretende continuar executando a função de moderador após se formar. “Vou usar meu tempo livre para continuar trabalhando nisto e pretendo usar a experiência na plataforma como um item a mais no meu currículo, quando for me candidatar a outra oportunidade”, afirmou Brito, que apesar da experiência enriquecedora, agora está pleiteando uma vaga remunerada.

Hoje a plataforma do Twitter conta com tradução para 34 idiomas, entre eles o português. Residente de Itaporanga (PB), Alexandre Brito destaca que no Brasil, apenas quatro usuários da plataforma atuam moderando a tradução do inglês para português. “É um trabalho muito envolvente. Mantenho contato com os outros três moderadores pela internet. Nós damos notas e aprovamos as traduções que um dia fomos responsáveis por fazer”. Além de Alexandre, de Itaboranga-PB, o twitter conta com moderadores residentes das cidades de Garanhuns-PE, São Paulo-SP e Vitória-ES.

Mayra Medeiros