Tião Gomes diz que Maranhão foi mesquinho e sugere que PMDB entregue cargos no Governo

tião gomesO deputado estadual Tião Gomes, presidente do PSL na Paraíba e forte aliado do governador Ricardo Coutinho (PSB), destacou o respeito que possui pelo senador José Maranhão (PMDB), mas considerou que a atitude do peemedebista, segundo ele, negando interlocução para o governador se reunir com o presidente em exercício Michel Temer (PMDB), foi mesquinha.

“É inaceitável esse comportamento do PMDB principalmente quando essa atitude é tomada por Maranhão. O que escutei na entrevista que Maranhão deu é que ele não convidou e disse que não ia convidar o governador para conversar com Temer e isso é muito mesquinho”, opinou.

Para ele, é “anormal” da política um partido que se diz aliado interferir de forma negativa na relação do governador com o governo federal. “O que é normal em política é você ter cargos no governo e não ser contra esse governo. A Paraíba é pequena, mas políticos têm que ser grande. A Paraíba precisa de união”, disse.

Segundo ele, o correto seria o PMDB entregar os cargos que possui no Governo do Estado. “Essa é a minha opinião, de Tião Gomes. O PMDB está dentro do Governo. Como eu posso ser governo e oposição ao mesmo tempo? A primeira coisa que eu fazia era tirar todo meu pessoal. O PMDB devia entregar os cargos”, recomendou.

Blog do Gordinho