1968 revive no Liceu Paraibano

Nesta segunda-feira, 25/09, tem início no Liceu Paraibano a Semana Cultural, com uma programação intensa que vai até a quarta-feira, 27. Tem Exposições as mais variadas, Música, Teatro, Poesia Encenada, Performances, Oficinas, Vivências…; enfim um evento cultural diverso e fascinante. E, vejam que honra, os autores do livro “O ANO QUE FICOU – 1968 Memórias Afetivas” foram convidados para participar, na noite de encerramento, a partir das 19 horas no Auditório do Liceu.

O motivo é que as histórias que se contam no livro, tratando da rebelião da juventude contra a ditadura militar em 1968, têm como foco justamente o Liceu Paraibano, cujos estudantes, juntamente com os estudantes do Colégio Estadual do Roger, comandaram, em João Pessoa, o movimento estudantil, com suas grandes passeatas e seus enfrentamentos com as froças da repressão.

As grandes assembleias, onde se debatia e se traçava o rumo das lutas, ocorria precisamente no Auditório que será palco dessa, digamos assim, revivescência. Será na forma de um diálogo dos jovens rebeldes de 1968 com os jovens de hoje. Mas está convidado o público de todas as idades.

Washington Rocha