2018: após admitir ‘desencanto’ com parlamento, filho de Cássio fala sobre possibilidade de postular executivo

Após admitir certo desencanto com o parlamento, não pelo trabalho em si, mas pela frustração de quem gostaria de ver as coisas acontecerem mais rapidamente, o deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB), que foi o campeão de votos na corrida para a Câmara dos Deputados na Paraíba, falou, pela 1ª vez, sobre a possibilidade de disputar uma vaga no executivo, no pleito do ano que vem.

Apesar de ressaltar que qualquer definição estava em aberto, até mesmo sua possível candidatura à reeleição, o tucano, que é filho do senador Cássio Cunha Lima (PSDB), é um dos nomes cotados para postular em uma vice, na chapa majoritária, no bloco das oposições.

Indagado se esse desencanto com o parlamento poderia leva-lo à chapa majoritária, ele respondeu.

“Não por isso, não pelo desencanto. Eu tenho a frustração de quem quer ver a mudança acontecer mais rapidamente, mas eu tenho um ânimo grande em estar na política hoje por perceber que o momento de mudar é agora. Eu tenho uma vontade de dar sequência a um trabalho, seja no parlamento. No parlamento também. Acho que está tendo muito espaço de levar coisa nova, de tentar apresentar algo diferente. Não seria motivo para que eu mudasse a postulação, se é que haverá postulação. Mas, de novo, está tudo muito aberto, isso sim pode levar a uma mudança”, asseverou.

As declarações de Pedro foram veiculadas nesta segunda-feira (30), durante entrevista à rádio CBN João Pessoa.

CÁSSIO FEDERAL

Se prosperar, nos bastidores, a tese é de que Pedro seria vice na chapa de Luciano Cartaxo (PSD) e o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) disputaria um mandato de deputado federal para poder abrir mais espaços para outras legendas, na majoritária. Como disse Pedro, tudo segue em aberto.


PB Agora