Ex-Meninos da Vila, Diego e Neymar decidem, e Barça e Atlético empatam

Neymar ex menino da vilaDiego, meia do Atlético de Madri, comemora golaço sobre o Barcelona pela

O duelo entre Barcelona e Atlético de Madri pela Liga dos Campeões, nesta terça-feira, teve dois ex-santistas em campo: Neymar e Diego. E foram eles que decidiram o placar no Camp Nou: 1 a 1 pela partida de ida das quartas de final.

Ambos foram golaços: Diego, “Menino da Vila” de 2002, que abriu o placar aos 10 min do 2° tempo, acertou um lindo chute no ângulo, sem chances para Pinto. Neymar, revelado na Vila em 2009, aproveitou passe espetacular de Iniesta para bater de primeira, de direita, e vencer Courtois.

O resultado, em teoria, é melhor para o Atlético de Madri, já que marcou um gol fora de casa. Assim, poderá empatar por 0 a 0, na próxima semana, em Madri, para avançar. Ao Barcelona, será necessária uma vitória por qualquer placar ou empate a partir de 2 a 1. Novo 1 a 1 significa prorrogação.

E o empate foi o 4° na temporada em quatro jogos entre os times – o segundo por 1 a 1. Os outros dois jogos terminaram sem gols.

Diego Costa saiu no 1° tempo: sentiu lesão na coxa direita e foi substituído por Diego, ex-Santos. E foi este Diego que fez um golaço.

A partida desta terça mostrou por que Atlético e Barcelona apenas empataram nesta temporada e, no Espanhol, brigam diretamente pelo título. Como Diego Simeone, técnico do Atlético, disse antes do duelo, o Barcelona jogou com a posse de bola,e o time de Madri jogou para aproveitar as raras chances de ataque.Porém, no 1° tempo, não houve criação de jogadas perigosas de ambos os lados. No Barça, Neymar teve o melhor lance, com uma cabeçada. No Atlético, David Villa chutou para fora lance da marca do pênalti – Diego Costa, titular apesar de ser dúvida até uma hora antes do início, se lesionou na coxa direita.

Posse de bola

O Barcelona teve 66% de posse de bola na partida. Mesmo assim, não passou de um empate no Camp Nou.

A segunda etapa, porém, mostrou porque ambos mereciam disputar pela primeira vez um confronto em torneios internacionais entre si logo estando entre os oito melhores da Europa.Primeiramente, o Atlético: apesar de jogar muito recuado, tentou pressão nos 10 primeiros minutos e conseguiu ótimo resultado, com o golaço de Diego.

Aos 8 minutos de jogo, Piqué saiu com dores nas costas. Pelo jeito, o Barça ter escolhido a música “Boig per tu”, de Shakira, para tocar no Camp Nou antes do jogo não deu sorte para o marido da cantora.

Em seguida, o Barcelona: o time aproveitou a opção de Simeone de recuar o Atlético e, por 15 minutos, consagrou o goleiro belga Courtois, que fez duas lindas defesas – uma em chute de longe de Iniesta, e outra em cabeçada de Busquets (este lance, no caso, com o jogo já parado por falta de Daniel Alves).Aos 25 minutos, porém, Neymar empatou. Iniesta achou o brasileiro, em profundidade, no meio de três zagueiros do Atlético. Neymar bateu de primeira e marcou.

O Atlético, então, já havia tirado David Villa para colocar sosa, meia, e perdido D. Costa. Ou seja, sem ataque, só restou o clube se defender. O Barça passou a viver seu melhor momento no jogo, mesmo com Messi sumido.

Porém, a pressão não deu resultado: Miranda e cia. protegeram a meta de Courtois, e o empate foi decretado.

Atlético e Barcelona decidem a vaga nas semifinais no dia 9 de abril, quarta-feira da próxima semana, no estádio Vicente Calderón, em Madri.

 

Uol Esportes