Acidente com ônibus não foi por alta velocidade e eixo só quebrou depois da colisão - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Acidente com ônibus não foi por alta velocidade e eixo só quebrou depois da colisão

responsabilidadeA Polícia Rodoviária Federal apresentou dados do levantamento feito sobre o acidente com ônibus da empresa Santa Rita, que matou duas pessoas e deixou cerca de 40 feridas no último dia 28 de setembro, em João Pessoa. As informações foram passadas na manhã desta quarta-feira (9), através de entrevista coletiva na Superintendência Regional da PRF, no Cristo, Zona Sul da Capital.

De acordo com as investigações, o ônibus que capotou estava a 80 km/h, ou seja, não seguia em alta velocidade. Outro detalhe importante é que o eixo do veículo só quebrou depois que ele bateu num bloco de concreto que servia de suporte para um poste. Também ficou constatado que não houve marcas de freios na rodovia nem frenagem brusca.

Agora, o relatório será entregue à Polícia Civil, que vai concluir as investigações e esclarecer quem deve ser responsabilizado pelo acidente, bem como se houve falha técnica ou humana.

No sábado (28), o ônibus da empresa Santa Rita que fazia uma das linhas que liga a região metropolitana a João Pessoa saiu da pista, capotou e matou duas pessoas. Cerca de 40 passageiros ficaram feridos, sendo que três deles permanecem internados no Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, um em estado gravíssimo e os outros dois em situação regular.

 

Portal Correio