As ações da Petrobras continuam operando em forte queda em reação à divulgação do balanço

Ações da Petrobras despencam 10% nesta quarta

petrobraz umBalanço da Petrobras foi publicado com 2 meses de atraso – e sem as baixas contábeis

As ações da Petrobras continuam operando em forte queda no início desta tarde, ainda em reação à divulgação do balanço financeiro do terceiro trimestre sem as baixas contábeis da corrupção, como era esperado, e sem o aval da auditoria externa PricewaterhouseCooper (PwC). Por volta das 14h30, os papéis preferenciais (PN) da companhia, sem direito a voto caíam 9,83%, para 9,16 reais – duranta a manhã chegaram a despencar 10,17%. para 8,66 reais. Já as ações ordinárias (ON), com direito a voto, registravam queda de 9,44%, para 8,73 reais – na mínima, valiam 8,46 reais. Como consequência, o fraco desempenho das ações da Petrobras pressionava a BM&FBovespa. O principal índice da bolsa, o Ibovespa, recuava 1,31%, para 47.956 pontos.

Balanço – A Petrobras publicou na madrugada desta quarta-feira o balanço financeiro do terceiro trimestre de 2014 sem considerar as baixas contábeis causadas por corrupção. O documento, divulgado após dois adiamentos e com mais de dois meses de atraso, não tem a aprovação da auditoria independente PricewaterhouseCoopers (PwC). Depois de onze horas de reunião na terça, o Conselho de Administração da estatal não chegou a um consenso sobre como separar no balanço as perdas provocadas pelos desvios apontados na Operação Lava Jato dos prejuízos com outros fatores, como projetos ineficientes e atrasos causados por chuvas.