Acusado de farras na Agevisa é nomeado por Ricardo como diretor do Arlinda Marques - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Acusado de farras na Agevisa é nomeado por Ricardo como diretor do Arlinda Marques

O governador Ricardo Coutinho (PSB) nomeou para a direção do Hospital Arlinda Marques, Jailson Vilberto de Sousa e Silva, apontado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) como responsável por uma verdadeira farra de diárias para membros da Agência Estadual de Vigilância Sanitária (Agevisa), quando ocupava o cargo de diretor geral da instituição. A nomeação de Jailson Vilberto foi publicada na edição do dia 4 de abril do Diário Oficial do Estado.
Segundo investigação do Tribunal de Contas do Estado, no caso da Agevisa foi aberto um processo de investigação após denúncia anônima, porém documentada, para apurar uma verdadeira farra de distribuição de diárias sem comprovação para membros da diretoria da instituição, inclusive para o então diretor geral Jailson Vilberto.
De acordo com levantamento feito pelo TCE, além da farra de diárias, também foi detectada na gestão do então diretor Jailson Vilberto pagamento de propina pela empresa Massas Alimentos LTDA, que também é investigada pelo Ministério Público do Trabalho.
Jailson Vilberto não é o primeiro “ficha-suja” nomeado por Ricardo Coutinho (PSB). Para a pasta de Interiorização da Ação do Governo, Ricardo nomeou o ex-prefeito de Cajazeiras, Carlos Antônio, enquadrado como ficha-suja pela Justiça Eleitoral devido a irregularidades em um convênio firmado com o Governo Federal. O secretário possui ainda duas condenações no Tribunal de Contas da União (TCU). Nas eleições de 2012, ele teve a candidatura barrada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). De última hora, se retirou da disputa e foi substituído pela esposa, Denise Oliveira, que venceu as eleições no município de Cajazeiras.
Com as nomeações de Janilton Vilberto e Carlos Antônio, o Governo do Estado descumpre a Lei Ficha Limpa, aprovada pela Assembléia Legislativa da Paraíba, que proíbe a contratação por parte do Executivo de pessoas investigadas e condenas pela justiça.
 
Assessoria de Imprensa