Adolescente é apreendido suspeito de assassinato do músico Pablo Scobá no Centro Histórico

assassino de cantorUm adolescente de 17 anos foi apreendido pela Polícica Civil, por meio de um trabalho realizado pela Delegacia de Crimes contra o Patrimônio (Roubos e Furtos) de João Pessoa, acusado de envolvimento no assassinato do músico Pablo Scobá Dub, no último dia 6 de maio, quando saia de uma apresentação no Centro Histórico de João Pessoa.

De acordo com a delegada da Roubos e Furtos, Júlia Valeska, durante o crime, o adolescente estaria com outro homem. A vítima estava em um carro com outras quatro pessoas, quando um adolescente portando arma de fogo entrou pela porta de trás do veículo e anunciou o assalto. Logo em seguida, a vítima questionou ao criminoso o que ele queria e saiu do veículo. O suspeito seguiu Pablo, que tentou tomar a arma de fogo e acabou sendo atingido, foi o que contou a delegada.

Após o disparo, o criminoso fugiu do local juntamente com seu comparsa, que estava nas proximidades, tomando como rota de fuga o prédio abandonado conhecido como Conventinho. A equipe policial de plantão realizou diligências no local do fato, colhendo informações, ouvindo as testemunhas. Já nas diligências iniciais e com o apoio do número 197 – Disque Denúncia da Secretaria da Segurança e da Defesa Social (Seds), foram recebidas informações a respeito da identidade dos autores do crime e na última terça- feira (10) um dos autores foi preso, porém identificado como o adolescente com 17 anos de idade, explicou.

Com o apoio da Delegacia da Infância e Juventude da Capital, o procedimento de apreensão em flagrante de menor infrator foi formalizado e o adolescente apresentado à Promotoria da Infância e Juventude e conduzido ao Centro Educacional do Adolescente (CEA) para internação. “Após a apreensão, o adolescente confessou a prática criminosa, porém atribuiu ao segundo criminoso o disparo que atingiu a vítima. Para a Polícia, o caso já tem autoria definida, com êxito na identificação e internação de acusados e as diligências policiais prosseguem com o intuito de capturar o segundo criminoso”, finalizou.

Redação