advogados

Advogados correm para regularizar fortunas repatriadas

dolar-1Após o fim da corrida pela regularização de capital no exterior não declarado, as bancas de advocacia especializadas estão com uma grande procura pela organização da riqueza “nova”. O objetivo é garantir a transmissão adequada dos valores e bens para a próxima geração, colocando em pauta o planejamento patrimonial e sucessório.

“O declarante tem agora, por um lado, de ficar atento às incidências fiscais, e, por outro, de lidar com a organização de tal patrimônio”, diz José Henrique Longo, tributarista e sócio do PLKC Advogados.

Para Márcia Setti Phebo, colega de Longo no mesmo escritório de advocacia, é exatamente nas três gerações seguintes que a riqueza desaparece, caso não haja planejamento.

Veja