Agenda da Copa: França e Suíça duelam pela ponta; Itália encara zebra - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Agenda da Copa: França e Suíça duelam pela ponta; Itália encara zebra

selecao iatlianaDepois de abrigar dois jogos históricos – as goleadas da Holanda sobre a Espanha (5 a 1), e da Alemanha em cima de Portugal (4 a 0) -, a cidade de Salvador será palco daquela que deve ser a melhor partida desta sexta-feira: Suíça x França, às 16h (de Brasília), na Arena Fonte Nova. As duas seleções europeias disputam a liderança do Grupo E, e quem ganhar garante classificação antecipada, desde que não haja um vencedor no outro duelo da chave, entre Honduras e Equador, na Arena da Baixada, em Curitiba, às 19h.

A sexta-feira abre com um jogo de outro grupo, o D, tido como o “da morte”, mas que pode se tornar o “da vida” para os surpreendentes costarriquenhos, já nesta segunda rodada, contra a Itália, às 13h. Os dois times estrearam com vitória, e a Costa Rica se classifica, caso vença os italianos – neste caso, Azzurra e Uruguai duelariam pela segunda vaga na terceira rodada, e a Inglaterra já entraria desclassificada. Se a Itália vencer, ainda haveria a possibilidade de um empate triplo na terceira rodada, com italianos, uruguaios e costarriquenhos com seis pontos.

ITÁLIA X COSTA RICA
Os dois times vêm de vitórias – a Itália bateu a Inglaterra por 2 a 1 em Manaus, com boas atuações de Pirlo e Balotelli, e a Costa Rica surpreendeu o Uruguai, vencendo por 3 a 1, de virada, em Fortaleza.

SAIBA MAIS
Veja a página da Itália
Veja a página da Costa Rica

O grande destaque dos italianos é o retorno do goleiro Gianluigi Buffon. Recupado de lesão no tornozelo esquerdo, ele reassume o posto de titular, que foi de Salvatore Sirigu contra os ingleses. Aos 36 anos, Buffon está em sua quinta Copa do Mundo – recorde ao lado do alemão Lothar Matthaus e do mexicano Carbajal. O italiano esteve nos Mundiais de 98 (não jogou), 2002, 2006 e 2010 (quando jogou só 45 minutos). Na Costa Rica, o destaque é o atacante Joel Campbell, do Olympiacos, destaque no jogo diante dos uruguaios.

Confira um perfil da Arena Pernambuco, que recebe a partida Itália x Costa Rica às 13h.
Não há ingressos disponíveis (até 22h de quinta): a disponibilidade pode variar no decorrer do dia. Veja informações atualizadas aqui.

Como chegar: além do acesso pela margem direita do Rio Capibaribe, através da BR-408, há o Corredor Leste-Oeste, que terá BRT (Bus Rapid Transport) e levará os torcedores até o Terminal Integrado de Camaragibe, de onde eles poderão pegar o metrô até a Estação Cosme e Damião, ou um circular direto para o estádio, por meio do trecho externo do Ramal Cidade da Copa.

Setores do estádio: O setor 1 é a área mais valorizada do estádio com assentos nas áreas centrais. O setor 2 fica na altura das bandeiras de escanteios, enquanto o setor 3 fica posicionado atrás das metas, mais lateralizadas. E o setor 4, com valor mais baixo, é justamente o que fica atrás dos gols. A distribuição dos setores segue a mesma tanta para as arquibancadas inferiores como as superiores. Os torcedores só poderão identificar os portões que terão acesso ao estádio apenas quando os ingressos forem emitidos.
O estacionamento da Arena Pernambuco conta com 4.700 vagas, mas elas são de uso exclusivo da Fifa durante o período em que a entidade gerenciará o estádio: de 22 de maio a 4 de julho de 2014.

SUÍÇA X FRANÇA

Depois de atropelar Honduras na estreia (3 a 0, em Porto Alegre), a França encara a Suíça, time conhecido por sua força defensiva, mas que penou para bater o Equador, de virada, na primeira rodada (2 a 1, em Brasília). O jogo será em Salvador, palco de grandes duelos nesta Copa, a partir das 16h.

SAIBA MAIS
Veja a página da Suíça
Veja a página da França

Jogo de adversários tradicionais, França x Suiça é o confronto que mais vezes aconteceu entre os 48 jogos desta primeira fase da Copa do Mundo. As duas seleções já se enfrentaram 36 vezes, porém, já não se encontram há oito anos – a última vez foi na Copa de 2006, empate em 0 a 0, em Stuttgart, na Alemanha.

Karim Benzema, autor de dois gols diante dos hondurenhos, é a referência no ataque, com Olivier Giroud no banco de reservas. A força do time está no meio-campo, com Pogba, Matuidi e Cabaye marcando e saindo rápido para o ataque. Já os suíços apostam na velocidade do atacante Shaqiri, do Bayern de Munique.
Confira um perfil da Fonte Nova, que recebe a partida Suíça x França, às 16h.
Não há ingressos disponíveis (até 22h desta quinta-feira). A disponibilidade pode mudar no decorrer do dia. Veja informações atualizadas aqui.

Como chegar: a Fonte Nova fica localizada às margens do Dique do Tororó e o trânsito de ônibus nos arredores do estádio é paralisado horas antes de cada partida. Ônibus saem dos shoppings e do Jardim dos Namorados, na orla, e param próximo a Fonte Nova. Recém-inaugurado, o metrô é boa opção e, nos dias de jogo, é exclusivo para quem vai à partida.

As principais vias de acesso para chegar ao estádio são as Avenidas Bonocô e Vasco da Gama. Os torcedores também podem chegar ao estádio pelo bairro de Nazaré e pela Ladeira dos Galés, no bairro de Brotas. Fecham o pé da ladeira, mas o trânsito na ladeira em si fica aberto.

Setores do estádio: a Fonte Nova tem cinco divisões, que por sua vez estão subdivididas. Os setores são: Norte, Leste (arquibancada inferior, cadeira especial – arquibancada intermediária e arquibancada superior), Oeste (arquibancada inferior, e arquibancada intermediária e superior), Sul (mirante e arquibancada superior) e Lounge Premium.

O acesso também é setorizado. O portão Oeste 2, situado na Rua Rui Barbosa, dá acesso ao Lounge Premium e camarotes. Quem vai para os assentos do setor Norte, além das arquibancadas intermediária e superior do setor Leste, deve utilizar os portões Norte 1 e Norte 2. O portão Sul, por sua vez, dá acesso a todo o Setor Oeste e Sul, além das cadeiras inferiores do setor Leste.

HONDURAS X EQUADOR
Derrotados na estreia, Honduras e Equador jogam por uma sobrevida na Copa, a partir das 19h, na Arena da Baixada, em Curitiba. Trata-se de um confronto inédito em Copas do Mundo, mas suas seleções já se cruzaram 13 vezes ao longo da história. Curiosamente, o jogo marca o duelo entre uma equipe que nunca empatou em Mundiais (Equador) com uma equipe que nunca venceu nas Copas (Honduras).

SAIBA MAIS
Veja a página de Honduras
Veja a página do Equador

Em amistoso no ano passado, Equador e Honduras empataram em 2 a 2, em Houston, nos EUA, no dia 19 de novembro. Costly marcou os dois gols de Honduras, e Valencia e Ayovi marcaram para o Equador.
Confira um perfil da Arena da Baixada, que recebe a partida Honduras x Equador, às 19h.
Ingressos disponíveis (até 22h de 19 de junho- horário de Brasília):
Categoria W *para cadeirantes (baixa disponibilidade) – R$ 180

A disponibilidade pode mudar no decorrer do dia. Veja informações atualizadas aqui.
Como chegar: sete linhas de ônibus passam perto do estádio em Curitiba, incluindo a Circular Copa, linha especial gratuita voltada para torcedores com ingressos, que passa pelos principais pontos da região central, como a Avenida Luís Xavier e a Rua Desembargador Motta. Saiba mais.

Mapa de acesso às ruas da Arena da Baixada (Foto: Google Maps / Infografia GloboEsporte.com)
Mapa de acesso às ruas da Arena da Baixada (Foto: Google Maps / Infografia GloboEsporte.com)
Setores do estádio: a Arena é dividida em quatro setores: Buenos Aires (atrás de um gol, perto da praça), Coronel Dulcídio (atrás do outro gol), Getúlio Vargas (perto da Avenida com este nome) e Brasílio Itiberê (perto da rua com este nome).

Cerca de 70% do público geral deverá acessar o estádio pela Rua Buenos Aires e pela Praça Afonso Botelho, onde está a esplanada frontal, e os 30% restantes entrarão pela Rua Coronel Dulcídio, onde há outra esplanada. A Arena da Baixada tem 80 catracas para o público em geral, além de 15 para pessoas com necessidades especiais.

Publicidade