João Pessoa 25/03/2019

Início » Cidades » Além de Martha e Freixo, seis deputados da Alerj estão ameaçados de morte

Além de Martha e Freixo, seis deputados da Alerj estão ameaçados de morte

Polícia Civil do Rio faz análises de risco para investigar. Casos envolvem traficantes, milicianos e adversários políticos

Seis deputados estaduais estão ameaçados de morte hoje no Rio, sem contar com os casos de Martha Rocha (PDT) e Marcelo Freixo (PSOL) que já são de conhecimento público. Quatro deles fazem parte da atual legislatura e outros dois foram eleitos pela primeira vez. A Polícia Civil faz as análises de risco de cada um para iniciar as investigações. Porém, já há parlamentares utilizando escolta armada e carro blindado da Assembleia Legislativa (Alerj).

As ameaças foram detectadas pela cúpula de segurança pública do governo do Rio e pelo Disque-Denúncia. E envolvem as participações de milicianos, traficantes e até de adversários políticos desses deputados.

Grupo de inteligência

A Alerj, aliás, criará uma estrutura própria, em parceria com a polícia, para identificar ameaças a deputados, a exemplo do que já existe no Ministério Público e no Tribunal de Justiça.

Local monitorado

Este grupo de monitoramento da Assembleia faria, por exemplo, uma pré-avaliação dos eventos e dos locais a serem visitados pelos parlamentares.

Só a ouvidoria

A ideia surgiu a partir de recorrentes alertas de ameaças feitos diretamente na Alerj, que hoje conta apenas com o setor da ouvidoria. Foi lá onde houve uma das notificações envolvendo Freixo.

Pezão na mira?

Um dos registros do Disque-Denúncia diz respeito ao ex-governador Luiz Fernando Pezão (MDB), preso na Lava Jato. O alerta é sobre um possível envenenamento. Mas foi descartado por não haver risco real.

2020 é logo ali

Anthony Garotinho quer lançar o filho Wladimir (PRP) para disputar a Prefeitura de Campos. O rapaz acabou de ser eleito deputado federal.

Aliança com PSL?

O sonho do ex-governador é ter Gil Viana, eleito deputado estadual pelo PSL, como vice na chapa.

No meio do tiroteio

O deputado federal Luiz Carlos Ramos (PR), aquele do chapéu, passou um sufoco nesta sexta-feira. Ele tomava café em uma padaria, em Padre Miguel, na Zona Oeste, quando ficou no meio de um tiroteio.

Segue…

Foi um assalto na rua. Os ladrões abordaram um veículo que fazia uma entrega de cigarros. Os seguranças reagiram. Os tiros quebraram os vidros da padaria. Todos se jogaram no chão, inclusive Luiz Carlos Ramos.

Estilhaços

“Foi um susto terrível. Os estilhaços caíram na minha cabeça”, revelou Ramos, que está bem.

Na ponte aérea

O prefeito Marcelo Crivella (PRB) já estava de malas prontas para Paris em agenda oficial. Iria acompanhado da secretária municipal de Urbanismo, Verena Andreatta.

Mas…

Na última hora, Crivella desistiu graças ao secretário da Casa Civil, Paulo Messina. Foi aconselhado a não viajar neste momento em meio a uma crise na rede municipal de saúde.

O que tem a esconder?

A Prefeitura de Japeri não tem publicado o Diário Oficial. Só esta semana, foram três dias sem divulgar as ações do município, como manda a lei.

O Dia