Alerta tsunami é retirado e chilenos voltam para casa

tsunami no chileO alerta de tsunami acionado após um forte terremoto na costa norte do Chile foi retirado pelas autoridades do país nesta quarta-feira (2). Com a notícia, milhares de pessoas retornam hoje às suas casas. O tremor de terra de magnitude 8,2 na escala Richter ocorreu na noite de terça-feira (1). Pelo menos seis pessoas morreram.
Mais de 900 mil habitantes haviam deixado suas residências em uma área de 4 mil quilômetros de costa, de acordo com o Serviço Nacional de Situações de Urgências. A cidade de Iquique, a mais próxima do epicentro do tremor, amanheceu parcialmente destruída, com arvores caídas e telhados quebrados. Cerca de 80 embarcações ancoradas no porto também foram danificadas.

O terremoto provocou ondas de até dois metros de altura no litoral, de acordo com o Centro de Alerta de Tsunami do Pacífico. A Marinha chilena informou que a primeira onda atingiu a costa 45 minutos após o tremor. A água avançou 200 metros em terra.

Autoridades disseram que entre as vítimas fatais estão pessoas que foram atingidas por desabamentos e vítimas de ataques cardíacos. O ministro do Interior do Chile, Rodrigo Peñalillo, informou que os mortos moravam em Iquique e Alto Hospício.

Tremor a 20 quilômetros de profundidade

A presidente Michelle Bachelet declarou a região como zona de desastre. Ela ordenou o envio de reforços da polícia e das Forças Armadas à área para assegurar a ordem e a segurança. O Serviço Geológico dos Estados Unidos informou que o terremoto teve profundidade de 20,1 quilômetros abaixo do fundo do mar e ocorreu a cerca de 100 quilômetros a noroeste de Iquique, perto da fronteira com o Peru.

O país vizinho também sentiu os efeitos do tremor. No sul peruano, nove pessoas ficaram feridas e algumas casas foram danificadas. Outros países, como Honduras, Nicarágua e Equador, também estavam em alerta.

Em 2010, um terremoto de magnitude 8,8 provocou um tsunami que devastou várias cidades litorâneas no centro-sul do Chile, deixando 526 mortos. O prejuízo causado pela tragédia foi estimado em 30 milhões de dólares.

 

RFI