radical Syriza, Alexis Tsipras, tomou posse como primeiro-ministro Grécia

Alexis Tsipras toma posse e se torna o novo primeiro-ministro da Grécia

PRIMEIRO MINISTRO GREGOO chefe do partido da esquerda radical Syriza, Alexis Tsipras, tomou posse na tarde desta segunda-feira (25) como o novo primeiro-ministro da Grécia. A cerimônia aconteceu momento em que se encerrava a contagem dos votos das eleições legislativas de ontem. No discurso, Tsipras prometeu que servir o país e o interesse do povo grego.

 A cerimônia de posse do novo primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, de 40 anos, aconteceu rapidamente e durou cerca de 15 minutos. O líder da extrema-esquerda foi empossado nesta tarde pelo presidente grego, Carolos Papoulias, em Atenas.

“Servirei sempre à Grécia e ao interesse do povo grego”, declarou Tsipras, que não se rendeu à obrigatoriedade da gravata, acessório que se recusa a utilizar. Vestindo um terno azul escuro e uma camisa branca, o novo primeiro-ministro jurou com a mão sobre a Constituição, mas não sobre a Bíblia, porque é ateu.

O ato foi interpretado como uma atitude de não submissão de Tsipras, apesar de a maioria dos gregos serem cristãos ortodoxos. E também mostra a postura firme do premiê que se diz inflexível às exigências da troika de credores (Banco Central Europeu, Fundo Monetário Internacional e Comissão Europeia) e garante que vai renegociar a dívida de € 320 bilhões da Grécia.

Depois da cerimônia de posse, Tsipras visitou o muro dos fuzilados de Kesariani, nos arredores de Atenas, onde 200 comunistas foram executados em 1944 pelos nazistas.

Resultados finais

A contagem de votos terminou oficialmente às 14h local. Os resultados oficiais apontam que o Syriza ficou com 36,34% dos votos e 149 cadeiras das 300 do Parlamento grego. O partido de Tsipras obteve 8,53 pontos a mais que o conservador Nova Democracia, que chegou em segundo lugar (27,81%) e 76 deputados.

Em terceiro lugar, o neonazista Aurora Dourada conseguiu com 6,28% dos votos e 17 cadeiras. To Potami foi o quarto partido mais votado com 6,05% das escolhas e 17 deputados.

Em quinto lugar, o comunista KKE obteve 5,47% dos votos e 15 deputados. Já a legenda Gregos Independentes, agora aliada de Tsipras, ficou com 4,75% dos votos e serão representados por 13 deputados. Em última posição, os socialistas do Pasok obtiveram com 4,68% das escolhas e ocuparão 13 cadeiras no Parlamento grego.

 RFI