Aliado de Eduardo Cunha, Manoel Júnior isenta PMDB de crise e aconselha renúncia à presidente Dilma

manoel-jr sai pmdbO deputado federal Manoel Júnior (PMDB) aliado do presidente da Câmara, o também deputado federal Eduardo Cunha alinham o discurso oposicionista contra a presidente Dilma Roussef (PT) e citam problemas da gestão da petista.

Para Manoel Júnior, o vice-presidente Michel Temer (PMDB) está isento da crise na qual o Brasil se encontra e culpa apenas Dima pelo problema. Diante disso deixou um conselho bem duro para ela: a renúncia.

“Precisamos repensar o momento político, além da crise ética, moral, financeira e política do país, temos uma crise de confiança e a presidente precisa neste momento pensar no país. Ela pensando no país saberá que a situação é quase insustentável. Se eu tivesse na situação dela, diante dos dados econômicos que nós temos, eu renunciaria. A situação dela é insustentável”, aconselhou o deputado.

Sobre Michel Temmer, apenas a isenção: “Ele não é responsável pela crise, estamos nos desgastando desde que a presidente tomou várias medidas impopulares. Estamos ao lado, mas não tomamos atitudes”, explicou.

PB Agora