Aliados de Cássio discursam contra posturas do governo durante convenção do PSDB em João Pessoa - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Aliados de Cássio discursam contra posturas do governo durante convenção do PSDB em João Pessoa

IMG_20140629_233925453[1]

Os discursos na Convenção do PSDB que homologou a candidatura de Cássio Cunha Lima ao governo miraram a administração do governador Ricardo Coutinho (PSB). Ex-aliados do socialistas foram os mais enfáticos nas críticas.

O candidato a vice-governador, Ruy Carneiro (PSDB), criticou as demissões feitas desde o inicio da gestão do governador Ricardo Coutinho (PSB), relatando casos de pessoas que foram exoneradas após 25 anos de serviço prestado ao Estado.

Muito aplaudido na convenção, o presidente estadual do PSD, Rômulo Gouveia, candidato a deputado federal, criticou os acordos eleitorais feitos por Ricardo nos últimos dias, acusando o governador de usar nomeações, gratificações e exonerações com fins eleitoras. “Não estou voltando porque daqui nunca sai”, disse o vice-governador, lembrando de seu relacionamento com a família Cunha Lima.

O presidente estadual do PSC, Marcondes Gadelha, usou o tema que tem embalado a torcida brasileira na copa, “o campeão voltou”, para atacar a administração socialista, afirmando que o estado está “cheio de mazelas” , criticando a segurança e o serviço de saúde na Paraíba.

O vice-prefeito de João Pessoa, Nonato Bandeira, presidente estadual do PPS, disse que desde o ano passado, quando o PPS estava dividido na disputa pelo comando da legenda no estado, ele defendeu a candidatura de Cássio na direção nacional do Partido. Bandeira afirmou que, mesmo sem a confirmação do tucano sobre a efetivação da candidatura, ele sabia que o relacionamento com o atual governador não iria prosperar, por isso, já sabia que a aliança selada neste domingo, entre o PPS e PSDB, seria concretizada. Bandeira fez duras críticas ao socialista.

“Como professor eu não daria atestado de aprovação ao governo que está aí”, disse o ex-prefeito de João Pessoa, Luciano Agra (PEN), candidato a suplente de senador relatando suas divergências com o governador.

O presidente da Assembleia Legislativa e do PEN na Paraíba, Ricardo Marcelo, criticou o relacionamento do Poder Executivo com o Legislativo, apontando os embates que teve com Ricardo.

Benjamim Maranhão, presidente estadual do Solidariedade, atacou o governador acusando o socialista de fazer uso da máquina administrativa. “O povo não tem medo da tirania”.

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), destacou a importância do vice-governador Rômulo Gouveia (PSD), candidato a deputado federal, na campanha de Cássio Cunha Lima após deixar a aliança com o PSB.

MaisPB