ALPB homenageia Botafogo da Paraíba pelos 82 anos de história - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

ALPB homenageia Botafogo da Paraíba pelos 82 anos de história

botafogoA Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) promoveu uma sessão especial, na manhã desta sexta-feira (1), em comemoração aos 82 anos do Botafogo da Paraíba – o Belo –, clube de futebol da capital fundado no dia 28 de setembro de 1931. A propositura foi do deputado Janduhy Carneiro (PTN). Estiveram presentes dirigentes, esportistas e líderes de torcida.

Durante a realização da sessão, o deputado Janduhy Carneiro fez uma breve leitura de toda a história do Botafogo e destacou a trajetória do clube este ano, que culminou na conquista do Campeonato Paraibano e a condição de finalista da Série “D” do Campeonato Brasileiro, além do acesso à Série “C” da disputa nacional e à Copa Nordeste de 2014.

“O Botafogo é um clube que não possui cor partidária, que vive do amor da sua torcida, maior campeão do Estado e legítimo representante do futebol paraibano. Portanto, é com imensa satisfação e alegria que realizamos esta sessão solene pela Assembleia Legislativa para comemorarmos os 82 anos do Botafogo, que contou com as presenças de diretores e da torcida do clube que vem realizando uma brilhante este ano”, disse o parlamentar.

Representando o presidente do clube, Nelson Lira, o diretor Raimundo Nóbrega, destacou a trajetória do “Belo” ao longo dos seus 82 anos de história. “É uma emoção que retrocede a década de 30, época em que os ânimos estavam açoitados pelos ventos revolucionários. O Botafogo é um clube que nasceu humilde, sem pretensões maiores que não fossem o de praticar futebol. Em 1931 foi fundado aquele que seria a mais importante representatividade esportiva da história deste Estado e que hoje vive um dos seus anos mais vitoriosos”, disse.

O diretor de Futebol, Ariano Wanderley, foi outro dirigente a destacar a trajetória gloriosa do Botafogo. Ele também enalteceu o empenho da atual diretoria na construção da campanha vitoriosa deste ano. “É com muita satisfação que participo desta sessão em homenagem ao clube pelo qual tenho contato desde os sete anos de idade. E, de lá para cá essa paixão só fez crescer, culminando este ano com a conquista do [Campeonato] Paraibano, do acesso à Série ‘C’ e a um passo de conquistar o brasileiro da Série ‘D’. É importante ressaltar também o papel da torcida, que nunca deixou de apoiar o time, mesmo nas derrotas”, disse.

O ex-presidente da ALPB, Assis Camelo, foi um dos torcedores ilustres a participarem da sessão especial. Durante discurso, ele lembrou a trajetória de 24 anos como parlamentar membro da Casa de Epitácio Pessoa. “Duas vertentes do ímpeto da minha alegria me movem nesta manhã, primeiro o Botafogo e, segundo, o reencontro com esta tribuna. Aqui foi a minha universidade para a vida. Foi aqui onde eu exercitei a honrosa atuação parlamentar, época em que tive voz nesta tribuna para honrar o mandato e o desejo dos paraibanos, inclusive o dos desportistas”, comentou.

Assis Camelo também já foi presidente do Botafogo por vários mandatos e, atualmente, exerce a função de presidente do Conselho Deliberativo do clube. “O Botafogo é o maior clube da Paraíba, sem demérito aos demais. É a torcida mais aguerrida que eu já vi na vida. Eu volto a 1968 e naquele ano eram 11 anos de fila de espera e de soberania campinense. E, aos 33 anos, tive a ousadia de assumir o clube afirmando que ia acabar com o jejum. Montei uma equipe campeã e conquistei o campeonato, inclusive, em uma final histórica com o Treze”, comentou.

Também participaram da sessão especial o vice-presidente do Botafogo, Francisco de Assis; o vice-presidente do Social do clube, Di Lorenzo Serpa; o diretor de Marketing, Geraldo Moura Ramos; o presidente da Associação dos Cronistas Esportivos da Paraíba (ACEP), o radialista João Tomé Camurça; o presidente da torcida Jovem da Velha Guarda, Sérgio José Marinho Pereira; o presidente da torcida Botachopp, Jesuíno Francisco da Cruz; o presidente da torcida Jovem do Botafogo, Rafael Nascimento; entre outros representantes do “Belo”.

Texto: Ângelo Medeiros
Fotos: Aguinaldo Mota