Ambulantes queimam pneus e fecham ruas no Centro; PM já no local e PMJP diz que ações vão continuar

Ambulantes queimam pneus e fecham ruas no Centro; PM já no local e PMJP diz que ações vão continuar

Ambulantes fecharam ruas do Centro da Capital (Foto: Reprodução / TV Arapuan)

Ambulantes atearam fogo em pneus e fecharam as avenidas Guedes Pereira e General Osório no início da tarde desta sexta-feira (16) próximo a Praça Aristides Lobo, no Centro de João Pessoa. Eles protestam contra a retirada de comerciantes do Ponto de Cem Reis.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Urbano, Zennedy Bezerra, comentou que foi assinado um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) proibindo o comércio de ambulantes no centro da cidade. Ele destacou que já está em contato com a Semob-JP e a Guarda Municipal para fazer o ordenamento do trânsito e a prevenção de ações violentas.

Em entrevista ao Programa Cidade em Ação da TV Arapuan, o secretário contou que há a determinação expressa para a retirada e 10 ambulantes continuaram fazendo comércio no Ponto de Cem Reis. “Conversamos várias vezes e hoje pedi para haver a apreensão desses ambulantes”, disse.

“Enquanto eu for secretário vou seguir essa determinação e não vou abrir mão”, garantiu o secretário a respeito do ordenamento nas ruas do Centro da Capital.

Ambulante ferido – Foto: reprodução/ redes sociais

Os ambulantes alegaram que foram agredidos pelos Agentes de Controle Urbano durante a retirada e o Samu chegou a ser acionado e encaminhou o homem para o Hospital de Emergência e Trauma.

A Polícia Militar está no local e de acordo com o Capitão Cauê, está aguardando o Corpo de Bombeiros para conter as chamas já que os pneus queimando podem ocasionar algum acidente.

“Estamos tentando estabelecer um diálogo, conversando com as lideranças”, disse e explicou que os ambulantes alegaram ter havido um problema com os agentes públicos da prefeitura. “Vamos tentar acalmar os ânimos, afastar as viaturas e pessoas para não haver nenhum acidente para então tentar estabelecer um contato deles com os órgãos competentes”, disse.

Mais informações em instantes.

Paraíba.com