Anderson Silva voltará ao octógono após pouco mais de um ano

Anderson Silva: ‘Estou tentando dar mais que 100%’

ufc voltaLAS VEGAS – Está chegando a hora. No sábado, na principal luta do UFC 183, em Las Vegas, Anderson Silva voltará ao octógono após pouco mais de um ano. O ex-campeão dos médios da principal organização de MMA do planeta não entra em ação desde a derrota para o americano Chris Weidman, no dia 28 de dezembro de 2013, quando fraturou a perna esquerda. E o tão aguardado retorno do brasileiro será diante de outro lutador dos EUA: Nick Diaz.

Em entrevista ao site do UFC, Spider falou da alegria por voltar a lutar e do aprendizado que teve com as derrotas.

O RETORNO

‘Vou me sentir muito feliz, realizado por poder voltar, depois desse ano péssimo que passei, dentro da luta. Só o fato de fazer o que eu amo, que faz me sentir vivo é uma coisa fantástica, estou muito feliz. Independente de ganhar ou perder, estou muito feliz. Estou tentando dar mais que 100%’

GRATIDÃO

‘Só o fato de voltar já está valendo, Deus está me dando uma grande bênção de poder voltar. Muita gente não poderia voltar tão rápido quanto eu voltei’.

CONVÍVIO COM A DERROTA

‘É difícil, você tem que saber conviver com a derrota e com a vitória. Aprendi a conviver com a derrota muito cedo. Perdi em épocas em que eu não poderia perder, quando a luta era 100% meu sustento e da minha família. Foram épocas em que perdi e que tive conviver com aquilo. Hoje em dia é diferente, luto mais por amor, porque amo fazer isso, graças a Deus tudo o que tenho conquistei com muito trabalho, muita luta. Hoje em dia não tenho mais essa preocupação, mas tenho a responsabilidade de ir lá e fazer bem feito sempre. Graças a Deus tenho pessoas maravilhosas que me acompanham há muito tempo.’

SER HUMANO MELHOR

‘As derrotas me moldaram como um ser humano melhor, todas as dificuldades que passei serviram para que me tornasse um ser humano melhor. Você sempre está errando para aprender, evoluir, como pessoa, como ser humano. Eu, principalmente como pai, estou sempre errando, evoluindo. Erro com os amigos também, procuro melhorar sempre. Os amigos também erram e procuro entendê-los e me colocar no lugar deles e aprender com eles. Não sou perfeito, nem sou santo’.

UFC 183

CARD PRINCIPAL

Anderson Silva x Nick Dias

Tyron Woodley x Kelvin Gastelum

Joe Lauzon x Al Iaquinta

Thales Leites x Tim Boetsch

Jordan Mein x Thiago Alves

CARD PRELIMINAR

Miesha Tate x Sara McMann

Ed Herman x Derek Brunson

Ian McCall x John Lineker

Rafael Sapo x Tom Watson 

Diego Brandão x Jimy Hettes

Rick Monstro x Ildemar Marajó

Thiago Marreta x Andy Enz