Anísio diz que Couto tem de seguir linha do PT ou procurar outro partido

DEP. PTO deputado estadual Anísio Maia (PT) disse nesta quarta-feira (13) que após a eleição de Charlinton Machado para a presidência estadual do diretório petista, o deputado federal Luiz Couto (PT) terá de seguir as orientações do partido e que caso ele se negue a fazer isso deve pedir desfiliação. Segundo Maia, o Processo de Eleições Diretas (PED) do domingo (10) mostrou que o PT não concorda com o apoio à gestão do governador Ricardo Coutinho (PSB).

Charliton Machado foi eleito com 5.008 votos (50,13%) , seguido pelo vice-prefeito de Patos, Lenildo Morais, com 3.065 votos (30,68%), e Luiz Couto ficou em terceiro com 1.918 votos (19,20%). O grupo do deputado federal já informou que entrará com recursos contra o resultado.

“O deputado Luiz Couto foi fragorosamente derrotado e em alguns redutos eleitorais foi até humilhado, o que na verdade não é contra ele, foi contra a ideia que ele defende de atrelamento ao Governo do Estado”, afirmou Anísio Maia.

De acordo com o deputado estadual, Couto não tem mais como justificar a defesa do projeto de Ricardo Coutinho. “E o jeito que ele tem é aceitar a linha amplamente majoritária do partido ou procurar outro partido, procurar outra bandeira. No PT só fica quem levanta a bandeira com a estrela vermelha”, completou.

Posicionamento parecido com o de Anísio já tinha sido externado pelo prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo na segunda-feira (11). De acordo com o gestor, o partido não aceita mais dissidências internas.

 

Jornal da Paraíba