Aos poucos, Flu ganha ‘reforços’

retorno de atletasRio – Em dia de chuva no Rio, Enderson Moreira foi obrigado a mudar os planos do Fluminense na Escola de Educação Física do Exército, na Urca. Se não pôde comandar um treino com bola, para preservar o gramado, o treinador vive a expectativa de ganhar mais um reforço para enfrentar a Ponte Preta: o lateral-direito Wellington Silva.

Em recuperação de uma lesão na panturrilha direita, ele participou do treino físico. O camisa 2 pode se juntar a Fred, livre de um problema na coxa esquerda, e Wagner, que cumpriu suspensão na rodada passada. Diante da embalada Ponte Preta, quinta colocada no Brasileiro, com 13 pontos, Enderson comemora as opções para a montagem da equipe para quarta-feira.

“Esse tempo a mais é importante para recuperar os jogadores lesionados. Vamos aguardar. É um processo, alguns demandam um pouco mais de tempo. O mais importante é que há uma perspectiva de aproveitamento do Wellington e do Fred também. Antônio Carlos ainda não treinou, temos que esperar”, disse o comandante tricolor.

No entanto, Enderson Moreira não espera apenas por reforços ‘caseiros’. De olho no mercado, a diretoria mira a contratação de pelo menos mais dois jogadores. Para o meio de campo, Marquinho é o nome desejado. Campeão brasileiro pelo clube em 2010, o apoiador aguarda o aval da Roma para fechar novo contrato com o Fluminense.

Fora dos planos do técnico Rudi Garcia, Marquinho aceita reduzir o salário para voltar e, inclusive, teria descartado propostas de outros clubes brasileiros. Ele tem contrato até junho de 2016.

O Dia