João Pessoa 20/03/2019

Início » Política » Após atrito, Bolsonaro decide manter Bebianno no ministério

Após atrito, Bolsonaro decide manter Bebianno no ministério

Bebianno: permanência no cargo após fritura de Carlos Bolsonaro

No epicentro da crise instalada no Palácio do Planalto no segundo mês de governo, Gustavo Bebianno seguirá à frente da Secretaria-Geral da Presidência da República. A informação de que Jair Bolsonaro não pretende demiti-lo foi levada a ele pelos colegas de ministério Onyx Lorenzoni (Casa Civil) e Carlos Alberto Santos Cruz (Secretaria de Governo) em reunião nesta sexta-feira (15).

A decisão de mantê-lo no posto ocorre após dias de uma fritura iniciada pelo filho do presidente, o vereador Carlos Bolsonaro, que o chamou de mentiroso no Twitter e, em seguida, divulgou o áudio de uma conversa com o pai para reforçar seu ataque.

Ao deixar a reunião no Palácio do Planalto, Bebianno afirmou em breve entrevista à TV Globo sobre sua permanência no cargo: “Não tem crise nenhuma. Estou aqui”.

Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro deixou o Palácio do Alvorada e chegou de surpresa ao Palácio do Planalto na tarde desta sexta-feira. A ida não estava prevista na agenda oficial. Como o presidente ainda está em fase de recuperação, a expectativa era que ele só retornaria ao Planalto a partir da próxima semana.

Bolsonaro, por sua vez, passou a manhã reunido com ministros e assessores no Alvorada para costurar o fim da crise que envolve seu filho e Bebianno. Ele também se reuniu com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre. A próxima reunião prevista será no fim da tarde com Onyx Lorenzoni. O encontro também aconteceria na residência oficial da Presidência, segundo a última agenda divulgada pela assessoria de imprensa.

Com informação do Estadão Conteúdo