Após bate-boca na CMJP, Durval marca reunião de emergência

Após bate-boca na CMJP, Durval marca reunião de emergência

marco-antonio-e-raoni-310x245O clima esquentou nesta quinta-feira (8) entre os vereadores Marco Antônio (PPS) e Raoni Mendes (PTB), líderes da situação e oposição na Câmara de João Pessoa, respectivamente.

O imbróglio começou após o vereador Marco Antônio criticar a ausência de Raoni em dado momento da sessão de ontem (6). O líder do prefeito teria chamado o colega de covarde por não estar presente para debater com ele na Câmara.

Bastante contrariado, Raoni rebateu Marco Antônio e devolveu a ‘gentileza’. “Primeiro é preciso esclarecer que ontem precisei me ausentar para conceder uma entrevista, agora covarde é quem falta aos debates nos programas de rádio”, criticou.

Após o bate-boca, o presidente da Casa, Durval Ferreira colocou ‘panos quentes’ na discussão e cobrou respeito mútuo aos parlamentares.

Apesar do pedido de Durval, o clima entre os vereadores não acalmou. Os vereadores Zezinho Botafogo (PSB) e Sérgio da Sac (SD) também se estranharam.

Após as queixas de Sérgio da Sac, Zezinho negou ter dito que para ser vereador era necessário realizar um concurso. “Vossa Excelência é formado na melhor universidade do Estado, mas não troco o meu 2º grau no Oswaldo Pessoa pelo seu diploma. Jamais disse isso, é preciso que Vossa Excelência preste mais atenção ao criticar os outros”, disparou.

Reprovando a postura dos vereadores, Durval entrou mais uma vez em cena e anunciou uma reunião de emergência com todos os parlamentares na próxima terça-feira (13) para evitar confrontos pessoais na Casa.

MaisPB