arrematar

Após dono da Maurício de Nassau arrematar imóvel por um terço do valor Justiça determina despejo da Santa Emília de Rodat

Uma polêmica vem agitando a praça, depois que a 5º Vara da Justiça Federal determinou o despejo da centenária Santa Casa de Misericórdia e da Faculdade de Enfermagem Santa Emília de Rodat, ambas localizadas ao lado da Praça da Independência, vizinhas do Hospital Santa Isabel. O cumprimento do despejo está marcado para esta quarta (dia 1).

O detalhe é que o imóvel estava na mira para ser desapropriado pela Prefeitura de João Pessoa, para implantação de uma bateria de ações sociais e culturais. Outro detalhe é que, a área de um hectare, apesar de avaliada em cerca de R$ 15 milhões, foi arrematada por R$ meros R$ 4,8 milhões pelo empresário Janguiê Diniz, proprietário da faculdade Maurício de Nassau e da holding de educação Ser Educacional.

Centenas de ações trabalhistas e ações fiscais da União foram a causa da insolvência da Santa Casa, entidade social fundada no século XVII na Paraíba, que mantinha há cinco décadas a Faculdade Santa Emília de Rodat, além do Hospital Santa Isabel, arrematado em 2007 pela Prefeitura de João Pessoa, que interveio para salvar o Hospital Santa Isabel, setores ligados à Santa Casa.

Existe uma intensa mobilização de lideranças municipais e estaduais para conseguir uma desapropriação da área pelo Município ou até pelo Estado, a fim de evitar que o patrimônio histórico da cidade passe definitivamente para a iniciativa privada por preço muito aquém de seu valor real, e para que as instalações sirvam a um grande equipamento educacional ou cultural de interesse da população de João Pessoa, ou da região metropolitana.

Helder Moura