extrato

Após ex-prefeito confirmar recurso em conta de servidor de 4,07 mil , divulga extrato comprovando depósito em Santa Rita

netinho-prova

O ex-prefeito de Santa Rita-PB, Netinho (PR), após confirmar na última sexta-feira (6), que deixou cerca de mais de R$ 04 milhões para pagamento dos servidores da prefeitura de Santa Rita, referente a pagamento de algumas categorias que foram peticionadas com o aval da justiça, e  que as contas se encontram bloqueadas, ele, o ex-prefeito usou as redes sociais e divulgou o extrato comprovando que os recursos estão nas contas apenas a espera de liberação do atual gestor Panta para efetuar o pagamento dos referidos servidos.

O ex-prefeito confirmou ainda que as folhas de várias categorias foram peticionadas através da justiça, que estão com as bloqueadas desde 19 setembro, e  outras categorias foram anunciadas no site da prefeitura mas as contas da prefeitura devido a não liberação de outros recursos que adentraram nos cofres da edilidade que sofreu o segundo bloqueio pelo TCE-PB, e a equipe de finanças da prefeitura trabalhou mas não conseguiu em tempo hábil destravar devido a burocracia,  achamos por bem melhor e sem efeito da liberação através da Caixa Econômica Federal, por meio de um decreto anunciarmos  O CANCELAMENTO DE DESPESAS ARROLADAS EM “RESTO A PAGAR”, haja vista que, ás folhas peticionadas restando apenas o atual prefeito esperando pela sua boa vontade e realizar o pagamento dos referidos pagamentos. O “Art. 2º Os “Restos a Pagar” cancelados poderão ser restabelecidos de acordo com os permissivos contábeis vigentes e com o art. 37 da lei Federal nº 4.320/64”.

A reportagem do Paraíba Urgente tentou o contato com a direção do sindicato para se pronunciar sobre o caso em especial em relação dos recursos do FUNDEB, que é especificamente para a categoria de professor que permanece em conta bloqueada para pagar Fundeb de 2016. A reportagem conseguiu conversar com um dos diretores que compõe a base do sindicato e disse que a categoria vai esperar pelo 5º dia útil em relação ao pagamento de dezembro de 2016, caso o salário não estejam liberados o Sinfesa vai reunir todas as categorias para uma assembleia geral e decidir qual o rumo que será tomado, por que estamos há 90 dias sem salários, más os recursos adentram nos cofres da prefeitura e está sendo desviado e nosso pagamento não é realizado e agora que concluiu o ano de 2016 e o recurso do Fundeb é para honrar compromisso do magistério, disse o diretor que não quis se identificar e vai esperar pelo cumprimento dos prazos para se pronunciar depois que ouvir os sindicalizados, afirmou.

Na participação ao vivo do ex-prefeito Netinho  na 100.5 FM Líder, ele defendeu que o atual prefeito realizar-se o referido pagamento dos servidores, pelo qual, os recursos estão bloqueados atreves de bloqueio judicial e que seja cumprida decisão judicial, fiz tudo dentro da lei garantiu Netinho.

Lamartine do Vale.