Após foto com Julian Lemos, Helton Renê é removido de grupo do PCdoB e ironiza: “E viva à democracia”

Após foto com Julian Lemos, Helton Renê é removido de grupo do PCdoB e ironiza: “E viva à democracia”

Apesar de ainda estar filiado aos quadros do PCdoB da Paraíba, o vereador licenciado e atual secretário do Procon de João Pessoa, Helton Renê, foi surpreendido, ontem, domingo (19), com a remoção de sua conta nas redes sociais do grupo do partido que  ainda representa na Câmara de Vereadores.

A atitude aconteceu menos de 48h após a troca de elogios entre o comunista e o presidente estadual do PSL, Julian Lemos (PSL), que convidou o parlamentar pessoense para ingressar nos quadros da agremiação. Nas redes sociais, Julian ainda classificou como ‘fuleira’ a agremiação a que Helton pertence.

Sobre a remoção, Helton fez uma espécie de desabafo nas redes sociais, lembrando que, em nenhum momento os comunistas da Capital, apesar de se dizerem democráticos, o convocaram ou o convidaram para uma conversa.

“E viva à democracia! Após meses e meses sendo “pinçado” e provocado de forma bastante interessante, entre outros predicados que poderia externar por aqui, mas não farei, o grupo finalmente me excluiu, até porque não teria mais nada a falar comigo, não é mesmo? Diálogo? Para que mesmo? Agora só faltam oficializar o que há algum tempo já queriam …Enfim, sigamos!!! #avante”, postou.

Há alguns meses Helton tem exposto sua insatisfação com a sigla comunista e revelado convites de outros partidos para filiação. Nos bastidores a informação é que a proximidade do parlamentar com o deputado do PSL teria desagradado a cúpula comunista, sobretudo após uma fotografia dos dois se tietando em uma evento na Capital.

PB Agora