João Pessoa 19/05/2019

Início » Esporte » Após greve, Flu tenta disparar no topo contra o Botafogo

Após greve, Flu tenta disparar no topo contra o Botafogo

Dois dias depois de os seus jogadores promoverem uma nova greve por atrasos salariais, o Fluminense enfrenta o Botafogo no clássico deste domingo, às 19 horas, no Maracanã, com o objetivo de disparar ainda mais na liderança do Grupo B da Taça Rio. Pelo fato de ter batido o Boavista por 3 a 0 na última quarta-feira, em jogo antecipado da quinta rodada do segundo turno deste Campeonato Carioca, a equipe tricolor terá a chance de chegar aos 13 pontos nesta chave.

Antes dos jogos deste sábado pela quarta rodada, o Flu já ostentava quatro pontos de vantagem sobre o vice-líder Volta Redonda e estava cinco à frente do Vasco, terceiro colocado, que em outro duelo deste domingo encara a Cabofriense, fora de casa, às 16 horas.

O bom momento vivido dentro de campo, porém, contrasta com a péssima situação financeira do clube das Laranjeiras, que em um período menor do que um mês viu os seus atletas protagonizarem duas greves e se recusarem a treinar em forma de protesto pelos atrasos nos pagamentos dos seus vencimentos. A última paralisação havia ocorrido em 22 de fevereiro.

Por causa deste problema, é difícil prever se o Fluminense entrará em campo com os seus jogadores em condições psicológicas ideais para superar o Botafogo, que precisa vencer para aumentar as suas chances de classificação às semifinais da Taça Rio. Com apenas quatro pontos no Grupo C, o time alvinegro ganhou apenas um dos três jogos que disputou neste segundo turno.

DIEGO SOUZA ESTREIA – E a grande novidade do Botafogo para o clássico deverá ser a estreia de Diego Souza, principal contratação do clube para a temporada. Após deixar o São Paulo por empréstimo até o final do ano, o jogador foi apresentado como reforço no final de semana passado e teve o seu nome publicado na última sexta-feira no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF e no Boletim Informativo de Registro de Atletas (Bira) da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) para poder estrear neste domingo.

O técnico Zé Ricardo indicou que deverá escalar o atacante como titular. “O Diego Souza treinou bem essa semana. Temos mais dois dias para definir a melhor forma de usá-lo. Ele é versátil, inteligente para entender funções. Provavelmente começará como centroavante, mas nada impede que jogue saindo da área”, declarou o treinador na sexta-feira.

No Fluminense, o desfalque confirmado é o zagueiro Digão, que ficará dois meses afastado por causa de uma fratura na fíbula da perna esquerda. Ele vai ceder o seu lugar no time para Léo Santos. O técnico Fernando Diniz também poderá poupar alguns titulares visando o duelo contra o Anatofagasta, no Chile, na quinta-feira, pela Copa Sul-Americana, mas ele só definiria a escalação após o treino de sábado.

O meia Paulo Henrique Ganso chegou a ser substituído no jogo contra o Boavista por causa de dores na perna direita, mas tem escalação assegurada pelo fato de que não está inscrito para atuar na competição continental pelo Fluminense.

Com informações do Estadão Conteúdo.