Após nove rodadas do Francês, Lyon demite o brasileiro Sylvinho

Após nove rodadas do Francês, Lyon demite o brasileiro Sylvinho

Sylvinho, ex-técnico do LyonFoto: Divulgação

Durou quatro meses a primeira experiência do brasileiro Sylvinho como treinador. O ex-lateral esquerdo foi demitido nesta segunda (7) pelo Lyon. Em maio deste ano ele deixou o cargo de assistente de Tite na seleção brasileira para assumir a equipe francesa. Sylvinho teve o contrato rescindido após a derrota no clássico com o Saint-Etienne por 1 a 0, no último domingo (6).

Com três títulos de campeão espanhol e dois da Champions League pelo Barcelona (ESP) como jogador, o brasileiro também atuou pelo Arsenal e Manchester City na Inglaterra. Ele começou a carreira fora de campo como assistente de Vagner Mancini no Cruzeiro, em 2011, e foi para o Sport, no ano seguinte. Em 2013 retornou ao Corinthians, clube em que se tornou profissional, para ser assistente de Tite, que o convidou para a seleção em 2016.

Sylvinho foi chamado para dirigir em campo o projeto do Lyon, onde o diretor de futebol é Juninho Pernambucano. Mas ele não conseguiu fazer a equipe, apontada como possível candidata ao título francês, render. A mudança coloca também pressão sobre Juninho, responsável por convencer o presidente Jean-Michel Aulas a apostar em um treinador brasileiro sem experiência.

Após nove rodadas, o Lyon está em 14º lugar na tabela, com nove pontos e apenas duas vitórias. São sete partidas sem resultado positivo na liga nacional. O melhor resultado sob o comando de Sylvinho aconteceu no último dia 2, quando venceu o RB Leipzig, fora de casa, pela Champions League. Após duas rodadas, o time está em 2º no Grupo G, com quatro pontos.

Folhapress