Após presidente Temer confirmar pré-candidatura PMDB na capital; Manoel Jr alfinetou administração do prefeito Cartaxo.

MANOEL 2Em encontro bastante prestigiado nesta última sexta-feira (29), na sede do PMDB na Duarte da Silveira 758 Centro da capital, reuniu o vice-presidente da república e presidente estadual do partido em nível nacional Michel Temer, na companhia de três Ministros da república e dos senadores do PMDB, deputados Federal e Estadual, prefeitos e vereadores além da militância e simpatizantes peemedebistas e de diversas siglas partidárias que testemunharam a confirmação da pré-candidatura do Deputado Manoel Júnior em João Pessoa.

Manoel Júnior em sua fala afirmou ao presidente Michel Temer que a legenda PMDB é uma referência em todo o Brasil e haverá de ter o maior número de vereadores e vice-prefeitos e prefeitos eleitos em todo recanto desse país, “aqui em João Pessoa estamos cumprindo um cronograma e um rito político desde o ano passado trabalhando a formatação do diretório e da executiva percorrendo todos os bairros dessa cidade realizando plenárias nas camadas populares, estamos na fase da política de alianças partidárias e aqueles que queiram somar, que queiram vir em apoio do nosso projeto de João Pessoa encontrará as portas abertas que pretendemos mudar a história desta cidade que chega a quase 1 milhão de habitantes, declarou Manoel Júnior.

“O pré-candidato a prefeito Manoel Júnior disse que João Pessoa infelizmente é vista elencada  no cenário nacional entre uma das mais violentas do mundo, no setor saúde está em coma, a cidade parou, a administração é lerda, é uma administração de puxadinhos e arranjos e teremos a oportunidade de apresentar um projeto responsável para a cidade de João Pessoa frutos haverá de  render frutos ao longo dos anos ao partido e a esse estado, e conclamou a toda cúpula peemedebista para se unir ao projeto de mudança da capital, enfatizou.

O pré-candidato Manoel Júnior disse ainda que para ser prefeito de qualquer cidade seja preciso vocação, e o que a população tem percebido em João Pessoa é que as obras foram maquiadas e que o administrador é lento na execução dos serviços, a capital está suja, a cidade parou, a mobilidade urbana o prefeito coloca uma placa através de decreto e acha que fez um bem a cidade, e a população sofrendo sem ter a quem recorrer, faremos uma administração ezequível com a participação popular, não podemos nos render aos caprichos para aqueles que acham que partido político e aqueles que formulam a política local tem que ficar embaixo do guarda-chuva de alguém, a visita de Michel Temer a capital nos anima e estimula mais ainda a militância irmos as ruas para realizar o projeto que João Pessoa precisa, frisou Manoel Júnior.

Lamartine do Vale