Após princípio de motim, direção de Cadeia Pública pede transferência de presos

Após princípio de motim, direção de Cadeia Pública pede transferência de presos

Nas celas foram apreendidos aparelhos celulares, carregadores, fones de ouvido e drogas (Foto: Reprodução)

Os detentos da Cadeia Pública de Esperança, no Agreste do Estado, iniciaram um tumulto no fim da tarde desta segunda-feira (10). A revolta aconteceu após a realização de um pente-fino nas celas, feita pelo Grupo Penitenciário de Operações Especiais (GPOE).

Os policiais descobriram o começo de uma escavação em uma das celas localizadas na cadeia e suspeitam que os detentos planejavam uma fuga. Nas celas foram apreendidos aparelhos celulares, carregadores, fones de ouvido e drogas.

Descontentes com as apreensões, os detentos iniciaram um tumulto, que foi controlado posteriormente. Após isso, a direção da cadeia solicitou a transferência de dez presos para o Complexo do Serrotão, em Campina Grande.

Agora deverá ser averiguado como os detentos conseguiram acesso aos materiais ilícitos encontrados dentro das celas, assim como quem são os responsáveis pela escavação.

ClickPB