João Pessoa 21/02/2019

Início » Paraíba » Após ser pego recebendo suposta propina, Berg Lima sentencia: “Vou evitar qualquer tipo de diálogo com fornecedores”

Após ser pego recebendo suposta propina, Berg Lima sentencia: “Vou evitar qualquer tipo de diálogo com fornecedores”

Depois de ter sido ‘com a boca na botija’ em um vídeo supostamente recebendo uma propina de um dos fornecedores da prefeitura municipal de Bayeux, o prefeito reempossado da cidade, Berg Lima, do Podemos, decidiu mudar a postura e adotar novas práticas à frente da administração municipal.

Berg avisou que não terá mais qualquer tipo de tratativa com fornecedores, deixando que os secretários responsáveis pelas pastas executem as conversas administrativas. O gestor deixou claro que, a partir de agora, vai evitar qualquer tipo de diálogo a fim de preservar a lisura nos procedimentos.

“Quem vai fazer conversas administrativas são os responsáveis por cada setor. Vou evitar qualquer tipo de diálogo, preservando exatamente a lisura no procedimento administrativo”, avisou.

Berg Lima ficou afastado durante 17 meses do mandato. Ele chegou a ser preso em uma ação do Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público da Paraíba (MPPB). Ele foi flagrado, em vídeo, recebendo R$ 3,5 mil de um empresário fornecedor da prefeitura de Bayeux. O pagamento seria para Berg liberar ao empresário o crédito de R$ 77 mil referente a um contrato celebrado na gestão anterior.

Logo após reassumir o cargo, Berg falou com a imprensa e afirmou que com o tempo deve recuperar a confiança da população.

“A população vendo trabalho, vendo compromisso, vendo transparência. Mostrando a realidade, a população precisa saber a realidade. Para isso, vamos contar com uma equipe eficiente que possa fazer auditoria necessária, que possa retomar as contas do município, em parceria com os órgãos de controle”, declarou, na ocasião.

RELEMBRE