João Pessoa 25/04/2019

Início » Destaque » Após tumulto e protesto, Câmara de SP aprova reforma da Previdência

Após tumulto e protesto, Câmara de SP aprova reforma da Previdência

Foram 33 votos a favor e 17 contra Texto segue para sanção do prefeito

Texto foi aprovado nesta 5ª feiraRenatto Sousa/Câmara Municipal de São Paulo

Câmara Municipal de São Paulo aprovou nesta 5ª feira (26.dez.2018), por 33 votos a 17, a reforma da Previdência municipal. O texto segue para sanção do prefeito paulistano, Bruno Covas (PSDB).

A proposta determina o aumento da alíquota da contribuição dos servidores de 11% para 14%. Estabelece, ainda, 1 sistema de previdência complementar para quem ganha acima do teto de aposentadoria (R$ 5.645,80) do INSS.

Na madrugada de sábado (22.dez), a Câmara Municipal havia aprovado a reforma em 1º turno.

A sessão desta 5ª feira foi marcada por tumultos. A GCM (Guarda Civil Metropolitana) usou bombas de gás lacrimogêneo, spray de pimenta e balas de borracha para dispersar protestantes que estavam do lado de fora da Câmara Municipal.

Manifestantes jogaram objetos contra os guardas, houve confronto e grades no entorno do edifício foram quebradas. Assista abaixo:

Vídeo incorporado
Poder360