Empurrão de Emerson Sheik acabou sendo destaque do empate sem gols

Árbitro ‘ignora’ empurrão de Sheik em súmula

()  SPOEmpurrão de Emerson Sheik acabou sendo destaque do empate sem gols (Foto: Divulgação/Agência Corinthians).

Apesar do empate em plena Arena Corinthians por 0 a 0 contra o Red Bull Brasil, no último sábado (14), o atacante alvinegro Emerson Sheik teve uma boa notícia na manhã desta segunda-feira. Na súmula oficial da partida, o árbitro Luiz Vanderlei Martinucho deixou de registrar o empurrão que sofreu do camisa 11 do Timão durante um lance de ataque da equipe da casa.

Com a bola dominada e tentando furar o bloqueio defensivo do “Toro Loko”, Sheik tentou um drible na intermediária ofensiva e acabou atrapalhado por Martinucho. Sem hesitar, o jogador colocou as duas mãos no peito do árbitro e o empurrou para fora do caminho, derrubando-o no gramado da Arena Corinthians, para alegria da Fiel torcida.

Caso o incidente tivesse sido incluído no registro, Emerson Sheik poderia ter problemas mais sérios com o Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo. Talvez prevendo o risco de suspensão posterior, o atacante pediu desculpas ao árbitro ao final do lance, e Martinucho aparentou aceitar a retratação. Ainda assim, caso um procurador da entidade faça a denúncia, o camisa 11 pode ser julgado pelo empurrão.

Seria o terceiro julgamento do gênero desde o ano passado no Brasil, sempre envolvendo jogadores do Corinthians. Durante um clássico contra o Santos, o volante Petros se chocou com o árbitro Raphael Claus e pegou três jogos de punição, a mesma aplicada a Paolo Guerrero, após encontrão com o árbitro Leandro Bizzio Marinho, em partida contra o Bragantino, pela Copa do Brasil.

Sem problemas para atuar, ao menos por enquanto, Emerson Sheik deve ser escalado normalmente para o confronto desta quarta-feira (18), contra o Danubio-URU, fora de casa, pela Taça Libertadores da América.

Esporte Total