Argentina fica no zero contra Paraguai e segue sem vencer

Argentina fica no zero contra Paraguai e segue sem vencer

argentina 0x0A Argentina segue sem vencer nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018. Nesta quarta-feira, a equipe de Tata Martino voltou a tropeçar, desta vez, contra o Paraguai, em Assunção. Apesar da partida movimentada, as seleções não saíram do 0 a 0.

O jogo não decepcionou em lances perigosos e boas jogadas. Entretanto, faltou pontaria. Tanto para os argentinos, que foram superiores no primeiro tempo, como para os paraguaios, que dominaram as ações na etapa final.

O resultado dá o primeiro ponto aos Hermanos nas Eliminatórias, após a derrota na estreia contra o Equador em pleno Monumental de Núñez. Os alvicelestes voltam a campo daqui a um mês, para o Clássico das Américas contra o Brasil em casa.

Já os paraguaios, que venceram a Venezuela na estreia, conquistam mais um ponto e vão a quatro. Na terceira rodada, a seleção vai visitar o Peru.

O jogo – Os primeiros minutos foram de muita intensidade e de divididas fortes. Tudo sob o olhar do árbitro uruguaio Andres Cunha, que deixava a partida correr e não marcava muitas faltas.

A sede por entrar em divididas era tanta que, aos oito minutos, o zagueiro Otamendi entrou de carrinho para desarmar o palmeirense Lucas Barrios e acabou derrubando o próprio companheiro Kranevitter, que também estava no lance.

Passados os primeiros instantes, a partida começou a ganhar corpo e as duas seleções se lançaram ao ataque. A Argentina trazia perigo com Tevez e Lavezzi, aberto pela esquerda. O atacante do PSG recebeu de Carlitos aos 11 minutos, cruzou na área, mas o goleiro Anthony Silva cortou.

 Aos 15, veio a resposta paraguaia. Ortigoza cobrou falta do meio da rua e obrigou Romero a se esticar para evitar o gol.

A defesa do Paraguai bobeou aos 29 minutos, Di María aproveitou e bateu forte, mas por cima da trave defendida por Silva. O goleiro ainda salvaria os visitantes em duas tentativas de Lavezzi, uma por cobertura e uma de perna esquerda, nos acréscimos da etapa inicial.

A Argentina voltou a levar perigo aos sete do segundo tempo. Após bela troca de passes no campo de ataque, Di María recebeu, cortou para a canhota e arriscou a bomba, que passou raspando a trave esquerda de Silva.

Com o passar do tempo, os paraguaios cresceram na partida e começaram a criar mais chances. Aos 14, após contra-ataque, Derlis Gonzalez deixou Lezcano livre de marcação dentro da área, porém, o atacante demorou para bater a gol e foi desarmado.

Aos 29 minutos, foi a vez do flamenguista Victor Cáceres receber cruzamento na área e ser travado no momento da conclusão. Óscar Romero, irmão do ex-corintiano Ángel, tentou de cabeça aos 37, mas mandou nas mãos do goleiro argentino.

A chance de ouro para tirar o zero do placar, no entanto, foi dos argentinos. Aos 41, Lamela recebeu lançamento de Di María e ajeitou para Dybala. Sozinho, o garoto da Juventus bateu para fora, perdendo uma oportunidade incrível.

Paraguai 0 x 0 Argentina
Local
: Estádio Defensores del Chaco, em Assunção (Paraguai)
Data : 13 de outubro de 2015 (Terça-feira)
Horário : 21h (de Brasília)
Árbitro : Andres Cunha (Uruguai)
Assistentes : Mauricio Espinosa (Uruguai) e Miguel Nievas (Uruguai)
Cartões Amarelos : Bruno Valdez e Santander (Paraguai); Zabaleta, Funes Mori (Argentina)

Paraguai : Anthony Silva, Bruno Valdez, Paulo da Silva, Pablo Aguilar e Samudio; Víctor Cáceres, Ortigoza (Aranda), Ortiz e Derlis González (Óscar Romero); e Edgar Benítez; Lezcano e Lucas Barrios (Santander). Técnico : Ramón Díaz

Argentina : Romero, Zabaleta, Otamendi, Funes Mori e Emmanuel Mas; Kranevitter, Mascherano e Pastore (Lamela); Lavezzi (Gaitán), Tevez (Dybala) e Di María. Técnico : Gerardo Martino

Terra