João Pessoa 14/12/2018

Início » Entretenimento » Ariana Grande é eleita a Mulher do Ano pela Billboard

Ariana Grande é eleita a Mulher do Ano pela Billboard

Artista foi escolhida por seu talento e ativismo social

LOS ANGELES, CA – JUNE 02: (EDITORIAL USE ONLY. NO COMMERCIAL USE) Ariana Grande performs onstage during the 2018 iHeartRadio Wango Tango by AT&T at Banc of California Stadium on June 2, 2018 in Los Angeles, California. (Photo by Rich Polk/Getty Images for iHeartMedia )

Por seu trabalho como cantora, compositora e atriz, Ariana Grande, 25, foi escolhida pela revista americana Billboard para receber o prêmio de Mulher do Ano, que será entregue em uma cerimônia de gala no dia 6 de dezembro, em Nova York.

As conquistas ao longo de sua carreira, seu trabalho pessoal e sua personalidade musical foram os motivos que a levaram a receber o prêmio. “Ariana Grande é uma estrela que faz tudo do seu jeito, nunca se rende a uma tendência da música ou segue os passos da indústria”, diz Ross Scarano, vice-presidente de conteúdo da Billboard.

A cantora ainda marcou todo o ano com o sucesso de seu quarto álbum “Sweetener”. Selena Gomez, Lady Gaga, Madonna e Taylor Swift já receberam o prêmio.

“Certa de suas convicções, ela se mantém firme em suas decisões em um mundo que nem sempre é receptivo a essa força feminina. Ela tem coragem e está fazendo o melhor trabalho de sua carreira, por isso ela merece absolutamente o prêmio de Mulher do Ano”.

Ariana Grande conquistou três vezes o primeiro lugar da lista de álbuns Billboard 200. Sua última conquista foi em agosto, quando ela emplacou duas canções entre as mais tocadas, “No Tears Left to Cry” e “God Is a Woman” e ainda fez a melhor semana nas plataformas digitais entre os álbuns pop.

Além da música, Grande usa as suas redes sociais para fortalecer e disseminar as causas sociais em que ela acredita, como campanhas de conscientização sobre doenças mentais, direitos aos LGBTQ e contra o racismo.

Depois do trágico atentado à bomba após um show da cantora na Manchester Arena, no ano passado, Grande ajudou a organizar um show beneficente para vítimas da Aids, que levantou US$ 23 milhões (R$ 85 milhões).

Com informações da Folhapress.