Assassinato de taxista: Durante entrevista exclusiva à Arapuan; família pede que seja feita justiça

Assassinato de taxista: Durante entrevista exclusiva à Arapuan; família pede que seja feita justiça

Durante entrevista exclusiva ao Programa Cidade em Ação deste sábado (16) do Sistema Arapuan de Comunicação um parente do taxista  Paulo Damião dos Santos, 42 anos, assassinado na noite deste sábado (15) no bairro do Bessa fez uma apelos aos autoridades para que se faça justiça.

Carlos Ferreira, cunhado da vítima, contou que família está muito abalada com caso e que muitas dúvidas precisam ser esclarecidas. ” O Paulo era uma pessoa muito boa até agora a gente está sem entender o que aconteceu para ele ser assassinado de forma tão cruel e covarde”, desabafou.

O crime foi registrado por volta das 17h30 no meio de uma rua no bairro do Bessa. O taxista tentava manobrar o seu veículo e o suspeito de ter atirado estava como passageiro em outro carro e se irritou com a demora. Ele desceu do veículo em que estava e atirou contra o taxista. Ferido, ele ainda foi levado por colegas até o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, mas não resistiu e acabou morrendo.

Já o suspeito o crime saiu caminhando tranquilamente até a casa onde mora, onde ficou trancado com a família. Vários policiais cercaram o local e iniciaram negociações para o rendimento do suspeito, que aconteceu somente após as 21h.

Paraiba.com