Assembleia decide manter estado de greve na Uerj

Rio – Docentes da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) decidiram, na noite desta segunda-feira, manter o estado de greve no Campus Maracanã. A data da próxima assembleia, que terá decisão do Fórum de Diretores, será nesta quarta. Se o corpo decidir pelo retorno às aulas, a reunião será na próxima sexta-feira. Caso contrário, a assembleia será na terça-feira da próxima semana.

Durante a plenária, os docentes da Uerj divulgaram agenda de mobilizações. No dia 8 de março, Dia da Mulher, haverá paralisação de 24h por conta do ‘Dia da Greve Internacional das Mulheres’. Às 12h, haverá um ato na entrada principal do Campus Maracanã e participação em protesto às 16h na Candelária. No dia 13, os docentes vão participaar na ‘Plenária dos atingidos pela crise no Rio de Janeiro’, às 17h na Candelária.

No dia 15, outra paralisação de 24h contra as reformas Previdenciária e Trabalhista está marcada. Há ainda, em data a ser confirmada, uma proposta de um ato específico na Uerj.

 O Dia