ASSESSOR DE VENEZIANO TRANSFERIU R$ 110 MIL DA PMCG PARA CONTA PESSOAL 2 DIAS ANTES DO 2º TURNO - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

ASSESSOR DE VENEZIANO TRANSFERIU R$ 110 MIL DA PMCG PARA CONTA PESSOAL 2 DIAS ANTES DO 2º TURNO

Uma grave denúncia esquentou o clima no plenário da Câmara de Vereadores de Campina Grande, na manhã desta quinta-feira, 10. 781b7785-15d1-49ce-ad5c-da8801391830_media_Vice-presidente da Casa, o vereador Murilo Galdino (PSB) levantou sérias suspeitas sobre uma movimentação bancária no dia 26 de outubro de 2012, antevéspera de segundo turno na eleição municipal, que ocorreu no domingo (28), envolvendo o tesoureiro da Prefeitura e homem de confiança do prefeito Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), Renan Trajano de Farias.

 

De acordo com uma cópia de extrato bancário do dia 26, às 16h22, foi feita uma transferência bancária, direto da conta movimento da Prefeitura, para a conta corrente de Renan Trajano, ambas no Banco do Brasil. O valor da operação: R$ 110 mil.

 

O extrato mostra a transferência online saindo da conta do BB nº 86.052-2 e agência nº 0063-9, da Prefeitura, para a conta nº 60.430-5, da agência 3331-6, cujo titular é Renan Trajano. A operação, segundo o documento, foi processada por Carlos Vinícius Celestino.

 

A denúncia causou rebuliço no plenário. Para o vereador Olímpio Oliveira, líder da oposição, as suspeitas acompanhadas do extrato da operação apresentado pelo colega Murilo Galdino não passam de “mais um factóide” sem qualquer procedência, que teria sido preparado pelos assessores do prefeito Romero Rodrigues (PSDB).

 

Murilo Galdino lamentou os ataques da oposição, mas reiterou a estranheza e suspeição: em pleno final de segundo turno eleitoral em Campina Grande, no final do expediente da sexta-feira que antecipou o domingo decisivo, um montante nesse valor tenha sido transferido de uma conta do poder público para a própria conta corrente.

 

O vereador do PSB autor da denúncia assegurou que está encaminhando a denúncia para averiguação do Ministério Público da Paraíba.

 

FONTE: MARCOS ALFREDO