Assessoria de Couto nega que deputado esteja por trás liminar para suspender PED

Em contato com a redação do MaisPB, assessoria do deputado federal Luiz Couto, um dos concorrentes a presidente estadual do Partido dos Trabalhadores na Paraíba, declarou que o parlamentar foi pego de ‘surpresa’ com uma liminar concedida pela Justiça para suspender o Processo de Eleições Diretas (PED) no Estado.

Como noticiamos, o autor da ação foi o presidente do PT em Sousa, Gervásio Bernardo, que tem aproximação com a ala do deputado Luiz Couto. No entanto, a assessoria do legislador afirma que o fato é uma disputa isolada que diz respeito as lideranças de Sousa com a direção estadual do partido.

“Não foi o grupo de Couto. O deputado foi pego de surpresa também. Nenhum de nos moveu nenhuma palha. É uma iniciativa de Gervásio, em uma luta que já tem algum tempo entre ele e a direção estadual do PT”, disse Zizo Mamede, assessor do parlamentar.

Luiz Couto votou por volta das 11h30 em uma escola do bairro de Mandacaru, em João Pessoa. Após voto depositado na urna, o candidato saiu visitando todos os locais de votação na Capital paraibana.

MaisPB