Atlético-PR deslancha no segundo tempo e bate o Vitória por 4 a 1 na Arena da Baixada

De virada, o Atlético-PR venceu o Vitória por 4 a 1 na tarde deste sábado, na Arena da Baixada, pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os baianos saíram na frente com Fred, mas os mandantes viraram com Wanderson, Nikão, Ederson e Matheus Rossetto. O jogo teve 17.784 presentes, sendo 15.750 pagantes.

  • Com o resultado, o Atlético-PR subiu para o 11° lugar, agora, com 14 pontos. Já o Vitória, com oito pontos, segue na zona de rebaixamento do Brasileirão – é o 18°. Confira a tabela de classificação.

    O Atlético-PR, agora, voltas as atenções para a Copa do Brasil. Ele enfrenta o Grêmio, às 19h30 de quarta-feira, na Arena do Grêmio, pela partida de ida das quartas de final. O próximo compromisso pelo Brasileirão será contra o Sport, às 16h de domingo, na Ilha do Retiro, pela 11ª rodada. Já o Vitória tem o clássico Bavi pela frente. Ele recebe o rival às 16h de domingo, no Barradão.

    Os times protagonizaram um jogo agitado neste domingo. No início, o Vitória, mesmo fora de casa, criou mais lances de perigo. Gabriel Xavier e Kieza assustaram antes mesmo dos 10 minutos. E Fred abriu o placar na sequência. Ele cobrou falta com perfeição, e a bola ainda bateu no travessão antes de entrar. A partir daí, o Furacão partiu para o ataque, mas, sem criatividade, sofreu com a bola rolando e apostou nas bolas paradas. E teve sucesso. Nikão cobrou escanteio, Fernando Miguel saiu mal, e Wanderson cabeceou para o fundo das redes – 1 a 1.

    O Atlético-PR voltou para o segundo tempo embalado em busca da virada. Aos seis, Nikão soltou a bomba de fora da área e marcou o segundo gol dos mandantes. E, aos 11, Douglas Coutinho cruzou rasteiro, e Ederson só completou. O 3 a 1 abriu espaços para o Furacão contra-atacar e deixou o Vitória nervoso. O time visitante acumulava passes errados e apelava para os chutes de longe, sem direção. O Atlético-PR não diminuiu o ritmo: Ederson chutou na trave, e Douglas Coutinho cabeceou perto. E Matheus Rossetto acertou uma bomba para fechar o placar: 4 a 1.

    • Apesar de jogar fora de casa, o Vitória começou melhor o primeiro tempo e teve chance de abrir o placar logo nos primeiros minutos, com Gabriel Xavier. O gol da equipe baiana, no entanto, só ocorreu aos 16, com Fred, em bela cobrança de falta. A desvantagem no marcador acordou o Atlético-PR, que equilibrou as ações, apesar de encontrar dificuldades para criar jogadas. O empate veio de uma cobrança de escanteio. Wanderson aproveitou falha de Fernando Miguel na saída do gol e estufou as redes pela segunda partida seguida.

    • Pela segunda partida seguida, Wanderson marca um gol para o Atlético-PR. O zagueiro celebrou a fase artilheira e pediu para que o time capriche mais nos passes.
      –  Feliz, glória a Deus mais um gol. Parar de errar passes, estão errando nossos erros. Não podemos errar no meio. É concentrar e voltar.

      Fred falhou duas vezes na última rodada, contra o Santos. Neste domingo, ele marcou o gol do Vitória, mas os erros de quarta-feira ainda repercutem.
      – Pra mim já tinha acabado quando acabou a partida [contra o Santos]. Errei, faz parte, quem joga corre o risco de errar. Recebi o apoio do grupo. Nada como um dia após o outro para recuperar. Estou com uma dor no posterior, não sei se volto. Vou ver com o departamento médico.

      G1