João Pessoa 10/12/2018

Início » Destaque » Augusto Nunes: Cuba fez o que quis no Brasil durante o Mais Médicos

Augusto Nunes: Cuba fez o que quis no Brasil durante o Mais Médicos

Com as novas exigências colocadas pelo presidente Jair Bolsonaro, Cuba abandonou o programa petista

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, conversa com jornalistas após visita ao Comando da Aeronáutica,em Brasília

O território era brasileiro mas as ordens vinham diretamente de Cuba. Foi assim que milhares de médicos foram trazidos ao Brasil com o lançamento do Programa Mais Médicos, em um grande exemplo de submissão dos governos do PT a uma ditadura.

Essa é a avaliação do jornalista e colunista do LIVRE Augusto Nunes expressada em coluna em vídeo (veja no final). 

Recentemente o presidente-eleito Jair Bolsonaro (PSL) anunciou novas regras para o programa Mais Médicos, o que levou Cuba a abandonar a parceria. Entre as exigências estava a de que os médicos ficassem com o salário integral – mais da metade era repassada ao governo cubano. Cuba não topou e saiu do programa.

Confira o vídeo na íntegra:

Metrópoles – Livre