Azevêdo nega cisão no PSB por presidência e crava: “Não existe secretário Ricardista ou de João”

Azevêdo nega cisão no PSB por presidência e crava: “Não existe secretário Ricardista ou de João”

Em meio às especulações de divergências dentro do PSB da Paraíba pela indicação de Edvaldo Rosas como Secretário Chefe de Governo, o governador João Azevêdo (PSB) rechaçou qualquer conflito de interesses por Rosas ocupar a secretaria e acumular a presidência do PSB no Estado.

“Edvaldo é presidente do meu partido, eu sou do PSB. Eu convidei o presidente para ser secretário e ele está desempenhando o papel. Isso de alguém achar que é incompatível a função de secretário e presidente do partido está equivocado, porque Eduardo Campos era presidente do PSB Nacional e governador de Pernambuco”, disse.

Ele comentou que nenhuma queixa de deputados do partido chegou aos seus ouvidos sobre o tema. Setores da  imprensa paraibana noticiaram possível descontentamento das deputadas Cida Ramos e Estela Bezerra com o ato, mas segundo João, as mesmas não comentaram nada sobre o tema com ele.

O governador ainda afastou a teses de haver “secretários Ricardistas” e  “secretários de João” dentro do Governo, negando qualquer afastamento seu do projeto do PSB.

“O fato de Edvaldo estar indo para uma secretaria, e é essa especulação que não concordo, de que existe secretários ricardistas e de João Azevêdo. Essa é uma leitura equivocada… não quero ser proprietário de secretário, isso é de um absurdo grande, somos de um projeto, temos foco na gestão e isso que vou buscar; agradar todo mundo não tenho essa intenção e expectativa”, destacou.

Por Redação / Portal WSCOM