Bancada de RC sofre mais um desfalque na ALPB; agora é ex- socialista quem abraça Cássio

Edmilson soares derrota ricardoO primeiro vice-presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, o deputado Edmilson Soares, do PEN, subiu há pouco à tribuna da Casa de Epitácio Pessoa para oficializar seu desligamento da bancada que dá sustentação ao governador Ricardo Coutinho e anunciar o ingresso nos quadros de oposição ao Governo.

O parlamentar, que por muito tempo foi filiado ao PSB, disse que a decisão segue umaorientação partidária e, como soldado do partido, irá engrossar as fileiras da oposição.

Em um discurso de aproximadamente sete minutos, Soares lembrou a sua trajetória política, enfatizando que não têm familiares ou parentes na política e que foi apenas com um pedaço de giz, na Escola Estadual Lyceu Paraibano, que conseguiu chegar à Câmara Municipal para exercer seu primeiro mandato.

Ele lembra que foi o único vereador da Capital campeão de votos com a marca de nove mil sufrágios, sendo mais de 100 em cada bairro.

Se intitulando ainda como uma pessoa grata, o deputado também reconheceu o tempo em que permaneceu ao lado do governador Ricardo Coutinho, ressaltando que sempre teve uma postura defidelidade, participando do Governo e até mesmo assumindo duas secretarias à época em que o socialista chefiava o executivo municipal.

“A bancada governista tem hoje menos um nome, menos um companheiro amigo Hervázio Bezerra”, comunicou em pronunciamento.

Soares tem uma base política forte composta por cerca de 14 prefeitos, e vários vereadores, entre eles, três da Capital, são eles: Professor Gabriel (PDT), Zezinho Botafogo (PSB) e Sergio da Sac (PSL).

LÍDER RESPEITA SAÍDA

Após o pronunciamento do deputado, o líder do Governo Hervázio Bezerra subiu à tribuna para lamentar a decisão do colega, mas também para visar que respeitava o novo posicionamento do deputado, justamente por ele ter sido sempre coerente em suas posturas.

“Respeito a posição de Edmilson, até porque seria incoerente se ele tivesse subido à tribuna para abrir metralhadora contra o Governo e o que temos agora é agradecer pelo tempo em que ele esteve conosco”, destacou.

Com Edmilson já são cinco os deputados que abandonaram o Governo na ALPB. O primeiro foi Carlos Dunga (PTB), seguindo por Iraê Lucena (PSDB), Léa Toscano (PSB), Branco Mendes (PEN) e agora Edmilson Soares (PEN).

Márcia Dias, com informações de Henrique Lima

PB Agora