Bandidos arrombam carros e levam malas, dinheiro e documentos da família da editora do PB Agora em Cabedelo - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Bandidos arrombam carros e levam malas, dinheiro e documentos da família da editora do PB Agora em Cabedelo

PBAGORAEra para ser um dia feliz, mas terminou em frustração o passeio da editora do PB Agora, Márcia Dias, com sua família e a família de seu namorado na praia do Poço, em Cabedelo, nessa quinta-feira (02).

Ao retornarem de Areia vermelha o grupo se deparou com os dois carros da família arrombados e vazios. Os veículos estavam estacionados vizinho ao Bar de Onaldo.

Os bandidos, em plena luz do dia, conseguiram desligar os alarmes dos veículos e levar as cinco malas que lá estavam, com documentos, roupas, perfumes, sandálias, chaves de casa e vários outros utensílios, já que após o passeio o grupo seguiria para a praia de Lucena.

No local ninguém viu nada. Dois flanelinhas que estavam no local caíram em contradição. Um disse que havia chegado ao local por volta das 07h da manhã, outro às 10h. A polícia foi acionada, fizeram perguntas aos guardadores e eles disseram que chegaram ao local apenas ao meio dia.

A família fez o Boletim de Ocorrência na 7ª DD em Cabedelo sobre a perda de todos os documentos e dos cartões de crédito, além da quantia de R$ 1 mil reais que era a soma do dinheiro que o grupo de nove pessoas tinha para aproveitar o primeiro final de semana do ano e ter um pouco de lazer após um 2013 de muito esforço e trabalho.

Para Dona Magna, mãe da editora, o pior seria se tivessem feito um assalto à mão armada. “Só roubaram coisas materiais, graças a Deus todos estamos bem, com saúde, o que fica é o sentimento de frustração, de insegurança, de impotência diante de uma situação como essas”, relatou.

A sogra da editora, que perdeu os documentos das duas filhas, roupas e dinheiro lamentou o fato: “A gente nunca acha que vai acontecer com a gente. Infelizmente não fomos informados que aquele local era perigoso, não tinha nenhum carro de polícia no local, aprendi que temos que ter mais malícia, pois de onde menos se espera é que acontece”.

Já a editora do PB Agora disse que os pertences das nove pessoas roubadas deve ter chegado a uma quantia de R$ 10 mil, entre roupas, sapatos, bijouterias, maquiagens, perfumes, sandálias e dinheiro.

“Todos os dias divulgamos os índices da violência, mas nunca imaginamos que vai acontecer com a gente. É lamentável realmente a insegurança, a sensação de impotência”, contou.

O policial Ivaldo, que prestou assistência ao grupo, relatou que outro veículo, também estacionado ao lado do Bar de Onaldo havia acabado de ser arrombado. Ele informou que os arrombamentos de carros estão recorrentes na localidade e que a polícia aumentou o efetivo para coibir novos roubos.

A família faz um apelo para quem encontrar algum documentos entregar em alguma delegacia. As vítimas foram: Márcia Dias, Elias Alves, Magna Dias, Janio Lima, Maria Jaciara Lima, Janyne Thais Lima, Walbério Sérgio, José Lima e Ana Maria Lima.

PB Agora