Bauza aprova Kelvin, sonha com Buffarini e quer outro zagueiro

kelvimKelvin defendeu o Palmeiras na temporada passada e interessa ao São Paulo para 2016

Edgardo Bauza afirmou diversas vezes, nesta sexta-feira, que o São Paulo da partida contra o Red Bull, a primeira pelo Campeonato Paulista, poderá ser diferente nos próximos dias. O técnico argentino aguarda a chegada de mais reforços – aprovou a contratação do meia-atacante Kelvin, que estava no Palmeiras e pertence ao Porto, mantém esperanças de contar com o lateral-direito Julio Buffarini, do San Lorenzo, e sonha com a aquisição de outro zagueiro.

“O Kelvin está em negociação com o São Paulo. Aprovei a possibilidade de ele se somar ao nosso time. Só não sei como a situação está”, confirmou Bauza, que deverá receber o jogador por empréstimo válido até o final da temporada.

 

Se Kelvin é uma novidade entre os jogadores especulados como reforços do São Paulo, Buffarini já enfrenta uma negociação arrastada com o clube do Morumbi. O San Lorenzo reluta em aceitar a investida de US$ 1,2 milhão (R$ 4,9 milhões) pelo atleta de 27 anos.

“Está complicado, indefinido. O jogador manifestou o desejo de vir ao São Paulo, mas não sei se a negociação vai dar certo. Calculo que entre hoje e amanhã teremos uma resposta”, disse Bauza.

O treinador do São Paulo não deixa ninguém sem resposta quando fala sobre os possíveis contratados de sua equipe. Além de se posicionar sobre Kelvin e Buffarini, ele informou que desistiu da ideia de ganhar mais um volante e passou a pedir a chegada de outro zagueiro.

“Pensávamos em um meio-campista central, mas, depois de trabalhar nessas três semanas, fiquei satisfeito com os jogadores que já temos no plantel. Neste momento, estamos vendo a possibilidade de um zagueiro. Tivemos chances com alguns deles, mas foram para outros clubes. Seguimos buscando”, avisou.

Segundo Edgardo Bauza, a procura é urgente porque a comissão técnica não sabe ao certo quando poderá contar com o veterano uruguaio Diego Lugano, em processo de recondicionamento físico. “É uma posição que nos preocupa”, reconheceu.

Fox Sports