Bayern vence Leverkusen em casa e mantém os 100% na Bundesliga

Bayern-Comemoracao-getty-480Bayern já havia goleado o Hamburgo e vencido o Hoffenheim nas duas primeiras partidas pela Bundesliga (Foto: Getty Images)

Após golear o Hamburgo na estreia e vencer o Hoffenheim, ex-time de Roberto Firmino, fora de casa, o Bayern de Munique manteve a invencibilidade no Campeonato Alemão após três rodadas. Com bela atuação do brasileiro Douglas Costa, que teve participação direta em dois dos três gols do time bávaro, os comandados de Guardiola venceram o Bayern Leverkusen por 3 a 0 no início da tarde deste sábado e se mantiveram na liderança.

O triunfo começou a ser construído ainda no primeiro tempo com o ‘intransferível’ Thomas Muller. Jogador criado na base do clube, e que a própria diretoria já admitiu não negociar, o atacante só teve o trabalho de conferir para as redes após boa assistência de Douglas Costa, que dominou com maestria o lançamento de Xabi Alonso e centrou na área com precisão.

A conta aumentou na volta dos vestiários. Com dois gols de pênalti em praticamente dez minutos, marcados por Muller, novamente, e Robben, os donos da casa ampliaram o marcador e atestaram a vitória com pouco mais de 15 minutos para o apito final. Na próxima rodada, o Bayern de Munique visita o Augsburg; enquanto Bayer Leverkusen Darmstadt.

O jogo – A etapa inicial do enfrentamento entre Bayern de Munique e Bayer Leverkusen não inspirou muitas comemorações na Allianz Arena. A primeira vez que a torcida alemã vibrou foi, justamente, na abertura do placar. Aos 26 minutos da etapa inicial, os comandados de Guardiola quebraram a retranca adversária com base em uma execução precisa.

Xabi Alonso descolou lançamento de trás do meio-campo para Douglas Costa, que dominou com um toque na bola, já escapando da marcação na velocidade, e cruzou para Muller conferir sem dificuldades. Três minutos depois, o brasileiro deixou de ser garçom para definir, mas o chute após o cruzamento de Robben parou no travessão.

Logo na volta do intervalo o atacante holandês protagonizou lance polêmico. Antes do primeiro minuto completado, Robben arrancou de forma característica pela esquerda, chapelou um adversário e driblou o seguinte, mas se jogou no chão ao entrar na área e não conseguiu induzir o árbitro a marcar pênalti. No entanto, a infração não demoraria a ser marcada.

Antes disso, o Leverkusen protagonizou sua primeira chegada com o atacante Kiessling. O grandalhão invadiu a área e chutou cara a cara com Neuer, que espalmou no reflexo. No rebote, o centroavante tentou completar de cabeça e chegou a encobrir o camisa 1, mas Alaba impediu o empate ao tirar a bola quase na linha que delimita o gol. Nove minutos depois, o Bayern viria ampliar o marcador.

Xabi Alonso alçou a bola na área e Vidal foi empurrado pelas costas ao subir para tentar o cabeceio. Sem titubear, Florian Meyer apontou a marca da cal. Na cobrança, Thomas Muller anotou seu segundo gol na partida e aumentou a vantagem dos mandantes. Dez minutos mais tarde, novo pênalti: Douglas Costa foi ao fundo e cruzou, a bola triscou no braço do marcador e foi o que bastou para o juiz marcar o pênalti.

Robben cobrou e deixou o dele momentos antes de ser substituído para a entrada de Mario Gotze. O Leverkusen ainda chegou a marcar o ‘gol de honra’, mas a arbitragem anulou a jogada ao julgar que use dominou a bola com o braço. O restante da partida aconteceu em um ritmo menor, já que o Bayern conservou a bola para aguardar o apito final.