Bebê baleado na cabeça continua na UTI em estado grave - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Bebê baleado na cabeça continua na UTI em estado grave

crime manadacaruContinua em estado grave o bebê de 7 meses baleado na cabeça, em Aparecida de Goiânia. Neste domingo (15), a menina segue internada na UTI do Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), sedada e respirando com ajuda de aparelhos, segundo a assessoria de imprensa da unidade.

A criança estava no colo da mãe, dentro do carro dirigido pelo tio, Edson Teixeira Aires, de 24 anos, na tarde de sábado, quando o crime aconteceu. O motorista do veículo levou dois tiros no peito, um nas costas e um no braço e morreu na hora. Ele foi enterrado nesta manhã, no Cemitério Jardim da Paz, em Aparecida de Goiânia.

A mãe da criança foi atingida no braço e na mão. Ela recebeu atendimento no Hugo, teve alta e já deixou a unidade de saúde. Baleado na cabeça, o bebê passou por cirurgia no sábado e, desde então, seu estado de saúde segue sem alterações.

Irmão do jovem morto e tio da menina baleada, Edmilson Teixeira, 22 anos, cobra justiça: “A pessoa que faz isso com uma criança tem que ser presa”.

Motivação
O crime aconteceu na Avenida Independência, no Setor Jardim Monte Cristo. Segundo testemunhas, um carro branco se aproximou e um dos ocupantes deu vários disparos contra o veículo onde os três estavam.

De acordo com a Polícia Militar, informações preliminares dão conta de que ele teria sido  cometido por conta de tráfico de drogas. “Levantamos no local do fato que a motivação seria tráfico de drogas. Havia uma divergência entre as partes envolvidas que culminou nesse crime tão violento”, afirmou o subtenente da PM Wilmar Geraldo Costa Ferreira.

Mas o irmão da vítima nega a hipótese levantada pela polícia. “Não é envolvimento com droga não. Eu conheço muito meu irmão, ele era trabalhador. Entregava salgados para festas”, disse ao G1.

A apuração do caso será conduzida pelo Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Aparecida de Goiânia.

 

G1.com