Blocão quer ampliar partidos com Pros, PEN e SDD - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Blocão quer ampliar partidos com Pros, PEN e SDD

leo gadelhaO blocão (PT/PP/PSC) não quer se resumir a três partidos e já trabalha desde o segundo semestre deste ano para ampliar o ‘grupo’ e conseguir a adesão de mais legendas. Os presidentes do PEN, Pros e o Solidariedade já foram procurados pelas lideranças do PT, PSC e PP para ingressar ao blocão e juntos lançarem candidatura ao Governo do Estado.

De acordo com o deputado federal Leonardo Gadelha (PSC) “as conversas com os três partidos estão avançadas” e o blocão “espera que até o início de janeiros” as legendas já tenham formalizado a união.

“Existe um interesse mutuo de alongar e intensificar o debate para que nos próximos dias essa adesão possa ser oficializada. Há um interesse muito grande que eles venham para o blocão”, disse o deputado.

Nessa segunda-feira (02) lideranças do PT, PP, PSC E PEN se reuniram durante um café da manhã e já iniciarão a discussão dos nomes com potencial para uma disputa pelo Governo do Estado pelas oposições. Entre os presentes estiveram o presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Ricardo Marcelo (PEN), o deputado federal Leonardo Gadelha (PSC), o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo e o ministro Aguinaldo Ribeiro.

Segundo Leonardo Gadelha, ainda não há nenhum reunião oficial marcada com o Pros e o Solidariedade, mas ele tem mantido ‘negociações’ com o presidente dos dois partidos, deputados Major Fábio (Pros) e Benjamin Maranhão (SDD).

“Os presidentes do Pros e do Solidariedade, como são deputados federais, eu estou conversando muito com eles e estamos caminhando muito bem”, destacou.

O deputado declarou ainda que o blocão deve lançar o pré-candidato a governador nas eleições de 2014 ainda este ano. “A Paraíba cobra isso. Queremos lançar uma terceira alternativa ao estado. Historicamente temos apenas duas candidaturas fortes ao Governo e queremos mudar isso. Queremos promover o debate. No mais tardar até o início de janeiro já teremos candidato”.

Para ele, alguns nomes são “fortes candidatos naturais”, a exemplo do ministro Aguinaldo Ribeiro (PP). “Ele é um ótimo quadro, por suas qualidades políticas, pelo cargo que ocupa e por sua proximidade com a presidente Dilma”, avaliou.

Portal Correio