João Pessoa 12/12/2018

Início » Destaque » Bolsonaro anuncia Ernesto Araújo como ministro das Relações Exteriores

Bolsonaro anuncia Ernesto Araújo como ministro das Relações Exteriores

Declaração foi feita via Twitter - Araújo é diplomata há 29 anos

O diplomata Ernesto Araújo será ministro das Relações Exteriores no governo Bolsonaro

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, anunciou que o futuro ministro das Relações Exteriores será o diplomata Ernesto Araújo.

Em Brasília, o militar afirmou que quer ver o ministério “brilhando“. “Com todo respeito, algumas instituições perderam o seu brilho ao longo dos últimos anos. Queremos o MRE brilhando”, disse.

Ao lado de Bolsonaro, o futuro ministro afirmou que tentará fazer uma política “em função do interesse nacional”“Antes de tudo, garantir que esse momento extraordinário que o país está vivendo com a eleição do presidente Bolsonaro se traduza dentro do Itamaraty”, disse.

Questionado sobre os alvos para parcerias econômicas, o ministro disse: “Temos relações excelentes com todos os parceiros”, Perguntado se o Mercosul ficará em 2º plano, afirmou apenas que “não”.

Araújo também foi questionado sobre qual deve ser o posicionamento do Itamaraty sobre a Venezuela. Bolsonaro o questionou: “quer que eu fale?”. “Não podemos abandonar nossos irmãos que passam uma situação bastante complicada. O governo não pode deixar que apenas o governo de Roraima resolva esse assunto”, disse.

“Eu teria tomado providências contra a Venezuela há muito tempo. Pela cláusula democrática, ela nem deveria ter entrado no Mercosul. E depois de ter entrado, deveria ter saído”, afirmou o presidente eleito.

O anúncio do nome do ministro foi feito instantes pelas redes sociais de Bolsonaro, 1 padrão que o presidente eleito tem adotado durante o período de transição.

Araújo é o 8º ministro anunciado por Bolsonaro. O diplomata é chefe do departamento de Estados Unidos, Canadá e Assuntos Interamericanos do Ministério das Relações Exteriores e está há 29 anos no Itamaraty.

Os outros 7 ministros anunciados são Paulo Guedes (Economia), Onyx Lorenzoni (Casa Civil), Sérgio Moro (Justiça e Segurança Pública), general Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional), Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia), Tereza Cristina (Agricultura) e general Fernando Azevedo e Silva.

A política externa brasileira deve ser parte do momento de regeneração que o Brasil vive hoje. Informo a todos a indicação do Embaixador Ernesto Araújo, diplomata há 29 anos e um brilhante intelectual, ao cargo de Ministro das Relações Exteriores.

Durante a campanha, Bolsonaro sinalizou que quer fazer comércio com outros países sem “viés ideológico“. Sinalizou a países como Estados Unidos, Japão, Israel e integrantes da União Europeia.

Eis 1 infográfico com os 8 ministros já divulgados por Bolsonaro:

Poder360