Bolsonaro confirma abertura de escritório comercial em Jerusalém

O presidente Jair Bolsonaro (centro) cumprimenta o premiê de Israel, Benjamin NetanyahuAlan Santos/PR 

O governo Bolsonaro confirmou a abertura de 1 escritório de comércio, investimento, tecnologia e inovação em Jerusalém, em Israel. A decisão foi uma alternativa à transferência da embaixada brasileira à cidade. Atualmente, ela fica em Tel Aviv.

Em discurso prévio à assinatura dos acordos, o presidente brasileiro afirmou que “Israel é menor que o menor dos nossos Estados, que é o Estado de Sergipe, mas nos orgulhamos de ver a grandiosidade da nação israelense”. Disse ainda que as parcerias firmadas na manhã deste domingo (31.mar.2019) “serão muito benéficas para os nossos povos”.

Ver imagem no Twitter

Bem vindo to Israel @ernestofaraujo, Minister of Foreign Affairs of Brazil & President @jairbolsonaro. Obrigado for opening a diplomatic office in Jerusalem! Israel and Brazil are true friends sharing common values and we will strengthen the cooperation between our two countries.

Foram assinados ainda os seguintes acordos:

  • para cooperação em ciência e tecnologia;
  • sobre segurança pública;
  • questões relacionadas à defesa;
  • serviços aéreas;
  • memorando de entendimento entre GSI (Gabinete de Segurança Institucional e INCD (Israel National Cyber Directorate);
  • plano de cooperação entre os Ministérios da Saúde para os anos de 2019 a 2022.

Neste 1º dia, a agenda da comitiva brasileira incluiu (em horário local, 6 horas à frente de Brasília):

    • almoço privado, às 13h;
    • reunião privada com Netanyahu, às 17h;
    • cerimônia de assinatura de acordos às 18h;

No momento, o presidente visita a residência do primeiro-ministro. Deve conceder declaração à imprensa junto a Netanyahu. Depois, jantam juntos.

Poder360